Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A LENDA DO PINHEIRO DO NATAL

Quarta-feira, 18.12.13

{#emotions_dlg.xmastree}Conta uma antiga lenda que quando o Menino Jesus nasceu, todas as pessoas e os animais e até as árvores sentiram uma imensa alegria. Do lado de fora do estábulo, onde o Menino nasceu e onde, nos dias seguintes, dormia sossegadinho, estavam três árvores: uma palmeira, uma oliveira, e um pequeno pinheirinho.

Todos os dias as pessoas dos arredores do estábulo passavam e deixavam os seus presentes ao Menino. Ao verem a generosidade daquelas pessoas, as três árvores disseram umas para as outras:

- Nós que vivemos aqui ao lado, também, Lhe devíamos dar prendas!

- Eu vou dar-Lhe a minha folha mais larga – disse, de imediato, a palmeira. - Quando vier o tempo do calor ele poderá abanar-se com ela e sentir-se mais fresco.

Por sua vez, a oliveira disse:

- E eu vou dar-Lhe o óleo que retiro dos meus frutos, para que ele seja ungido com ele e se torne forte e saudável.

- Mas que lhe poderei dar eu? – Perguntou, ansioso, o pequeno pinheiro.

- Tu? Tu não tens frutos oleosos e as tuas folhas são agudas e picam - disseram as outras duas árvores. - Tu não tens nada que Lhe possas dar!

O pequeno pinheiro ficou muito triste. Pensou muito, muito, em qualquer coisa que pudesse oferecer ao Menino que dormia ali ao lado, qualquer coisa de que o Menino pudesse gostar. Mas não tinha nada que Lhe pudesse dar e, por isso, continuava a chorar.

Um anjo, que tinha ouvido a conversa toda, vendo a tristeza da arvorezinha, sentiu muita pena dela, por sentir que nada tinha para dar ao Menino Jesus. Era noite e o céu estava pejado de estrelas a brilhar. Então o anjo, muito de mansinho, trouxe-as todas, uma a uma cá para baixo, desde a mais pequenina à mais brilhante e colocou-as nos ramos e nas folhas pontiagudas do pinheiro. Dentro do estábulo, o Menino acordou e olhou para as três árvores do lago ao lado do estábulo, contra a escuridão do céu. De repente as folhas escuras do pinheiro brilharam, resplandecentes, porque nelas as estrelas descansavam como se fossem elas as próprias folhas.

Que lindo estava o pequeno pinheiro, que pensava não nada tinha para oferecer ao Menino...

E o Menino Jesus levantou as mãozinhas, tal como fazem os bebés, e sorriu para as estrelas e para aquela árvore que lhe iluminara a escuridão da noite.

E desde então o pinheiro ficou a ser, para todo o sempre, a Árvore do Natal, onde se colocam as lâmpadas a luzir como as estrelas, naquela noite.

counter

contador de visitas on line online associações
contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por picodavigia2 às 00:21





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Dezembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

GEOCLOCK


contadores de visitas

GEOWEATHER


contador de visitas blog

GEOCOUNTER


contador de visitas

GEOUSER


contador de visitas

GEOCHAT


contador de visitas