Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A ANTIGA PONTE DA RIBEIRA DAS CASAS

Segunda-feira, 28.03.16

Antes de ser construída, já em plena década de sessenta, a atual estrada que liga a Ponta à Fajã, existia uma antiga ponte de madeira, na Ribeira das Casas, quase no mesmo local onde está localizada a atual ponte de betão, integrada no troço daquela estrada.

A antiga ponte da Ribeira das Casas era de suma importância quer para a população da Fajã, quer sobretudo para a da Ponta e muito contribuiu para o desenvolvimento dois mais importantes lugares que, juntamente com a Cuada, constituíam a freguesia da Fajã Grande na primeira metade do século passado.

A importância desta ponte advinha do facto de terem obrigatoriamente de a atravessar as gentes da Ponta que se deslocavam quer à Fajã quer às restantes localidades da ilha, com exceção de Ponta Delgada cujo acesso era feito pela Rocha do Risco. Do mesmo modo os habitantes da Fajã Grande tinham que passar por ali, não apenas quando se deslocavam à Ponta ou a Ponta Delgada mas também quando se iam para as suas terras de cultivo, para as pastagens do Vale do Linho, para as terras de cultivo do Rego do Burro, para as lagoas das Covas ou para as terras de mato da Rocha do Vime e das Covas assim como para muitos outros lugares situados na margem direita daquela ribeira. Do mesmo modo a teriam que atravessar quando iam levar as moendas ao moinho de Tio Manuel Luís ou simplesmente recriar-se nas águas profundas e míticas do Poço do Bacalhau. Era pois de suma importância esta ponte, embora, dada a sua estrutura, se destinasse exclusivamente a pessoas. Os animais atravessavam a ribeira enfiando-se num lago que existia paralelo à ponte e por baixo desta e que servia também de tanque de lavagem da roupa para muitas mulheres da freguesia, nomeadamente as da Tronqueira e da Via d’Água.

Esse enorme lago que ficava por baixo da ponte era ladeado, do lado da foz da ribeira, onde a profundidade era menor, por enormes pedras que serviam de passadeiras para quem decidisse atravessar a pé, o que acontecia geralmente quando se acompanhava o gado, este sim que procedia à travessia sempre pelo meio da água. Algumas destas pedras eram porosas e, por conseguinte, serviam também de lavadouros da roupa.

A estrutura da ponte era simples e tradicional. Em cada uma das margens fora construída um pequeno acesso, em forma de ladeira, formando uma espécie de ângulo reto, com uma dos catetos fixo no solo, o outro voltado para a margem oposta da ribeira e a hipotenusa a servir de rampa de acesso. Era nos bordos destas construções que se fixavam os grossos paus que sustentavam o tabuleiro da ponte. Este, por sua vez, era constituído por peças de madeira serrada, dispostas no sentido transversal, pregadas às vigas e ligadas nas longarinas ou seja nas longas vigas de madeira que uniam as duas margens. Por cima destas existia, quer a nascente quer a poente, uma espécie de corrimão, formado também por tábuas e que dava à ponte a semelhança de uma gigantesca varanda.

Do lado da Fajã, ou seja na margem esquerda, o acesso à ponte era procedido de um enorme largo onde desembocava o caminho que vinha do Calhau Miúdo, paralelo ao mar e ao Rolo. A norte este largo que também servia de descansadouro iniciava-se uma canada que, pouco depois se bifurcava, por um lado seguindo paralela à ribeira até às Águas e por outro dando acesso às férteis terras do Mimoio. Do lado da Ponta o acesso era direto para o caminho que seguia para aquela localidade, embora do lado direito tivesse uns pequenos degraus que davam acesso a uma vereda paralela e subjacente à ribeira e que que permitia demandarem-se os moinhos de Ti Manuel Luís e chegar ao Poço do Bacalhau, junto da Rocha.

 

counter

contador de visitas on line online associações
contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 00:05





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Março 2016

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

GEOCLOCK


contadores de visitas

GEOWEATHER


contador de visitas blog

GEOCOUNTER


contador de visitas

GEOUSER


contador de visitas

GEOCHAT


contador de visitas