Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A CABRA E A PRINCESA

Terça-feira, 22.11.16

Conta-se que há muitos, muitos anos, havia um homem que vivia no lugar das Furnas e tinha uma cabra que se apresentava sempre com um olhar muito estranho, que até parecia que se entristecia e se alegrava como se fosse uma pessoa. Além disso a cabra tinha o hábito de se aproximar mansamente das pessoas, especialmente das crianças sobretudo das que haviam sido batizadas há pouco tempo.

- Mas ali havia coisa, - murmurava o povo.

Na verdade tanto se cochichou, tanto se mexericou, tanto se inventou e tanto se falou que, algum tempo depois, correu pelo povoado a notícia de que a cabra teria sido encontrada pelo dono, à beira mar, talvez abandonado por um navio de piratas, durante a noite e que tudo poderia ser obra do diabo. A partir de então todas as pessoas e muito especialmente as mães com filhos pequeninos ao verem a cabra fugiam aterrorizadas com os seus filhos debaixo de um braço e os cestos de batatas, da roupa ou de outra coisa qualquer que carregavam, no outro.

Mas o que ainda mais espantava o povo era o facto de que a demoníaca cabra levantava as mãos e se colocava nas pontas dos pés diante das crianças para as observar como se esperasse algo delas.

Certo dia, já não suportando mais tal assédio por parte da estranha cabra, as mães juntaram-se e em magote correram a queixar-se ao padre que paroquiava a freguesia, contando o que se passava e que tanta consumição lhes dava.

O padre tentou acalmá-las dizendo que aquilo nada tinha a ver com o demónio e que, muito provavelmente, acontecia porque a cabra, simplesmente queria brincar com as crianças ou, no mínimo, no caso das crianças recém-batizadas lamber os óleos sagrados com que as crianças eram ungidas no dia do seu batismo. Chegou mesmo o reverendo a afirmar, em tom de gracejo e escandalizando os seus paroquianos que provavelmente se trataria de uma princesa encantada que com os óleos sagrados quebraria o seu feitiço.

Mas afinal tinha razão o prebendado. Na verdade, certo dia a cabra encontrou uma criança, que saía da igreja ao colo da madrinha e acabadinha de ser batizada. O famigerado animal pôs-se, de imediato, nos bicos dos pés e, sem que alguém o impedisse, lambeu a criança na testa. E o estranho aconteceu pois a cabra, de imediato, se transformou numa bela princesa, mantendo, no entanto, os seus pés iguais aos de uma cabra.

Alguns dias depois, porém, numa noite escura como breu, ouviu-se, para os lados das Furnas o barulho da sirene de um navio que ali terá ancorado. A partir desse dia nunca mais ninguém pôs a vista em cima da princesa, cuidando o povo que teria sido levada naquele estranho navio.

counter

contador de visitas on line online associações
contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 00:05





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Novembro 2016

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

GEOCLOCK


contadores de visitas

GEOWEATHER


contador de visitas blog

GEOCOUNTER


contador de visitas

GEOUSER


contador de visitas

GEOCHAT


contador de visitas