Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A DÉCIMA PRAGA DO EGITO E A CRUZ VERMELHA

Sábado, 05.11.16

Muitas das estórias que as nossas avós nos contavam nos nossos tempos de criança eram retiradas da Bíblia, embora lhe acrescentassem alguns pormenores ou fizessem algumas alterações, de acordo com os usos e costumes da freguesia, na altura. Uma dessas estórias, das mais emotivas e até arrepiante, era a das pragas do Egito, nomeadamente da décima praga – a Morte dos Primogénitos.

Contava a minha avó, depois de rezado o terço em família a que acrescentava uma série de Padre Nossos por alma dos falecidos e pela saúde dos vivos, que no tempo de Moisés, que era um homem bom e temente a Deus, o povo egípcio fora castigado com nove pragas a fim de que o Faraó se condoesse e libertasse o povo hebreu, deixando-o partir para a terra prometida. Mas o Faraó não se rendeu a tantas calamidades e sobre o seu povo havia cair a maior e a mais dramática praga de todas, a qual atingiria fatalmente o faraó e todos os egípcios: a morte de todos os primogénitos.

Assim, certo dia, Deus, cansado de tanta iniquidade e maledicência do faraó, chamou Moisés e disse-lhe:

- À meia-noite eu sairei pelo meio do Egito e todo o primogênito na terra do Egito morrerá, desde o primogênito de Faraó, que haveria de assentar-se sobre o seu trono, até ao primogênito da serva que está detrás da mó, e todo o primogênito dos animais. E haverá grande clamor em toda a terra do Egito, como nunca houve semelhante e nunca haverá.

Mas havia uma única exceção à tal mortandade, pois Deus ainda disse a Moisés:

- Mas entre todos os filhos de Israel nem mesmo um cão moverá a sua língua, desde os homens até aos animais, para que saibais que o Senhor fez diferença entre os egípcios e os hebreus. Na verdade Deus faz diferença entre justos e ímpios, entre Seus servos e aqueles que servem a outros deuses, ou às suas próprias paixões.

Então Deus marcou o dia e a hora em que seria enviada a décima praga e deu instruções a Moisés, a respeito dos hebreus assim como o que deveriam fazer para escapar à matança dos primogênitos. A ordem era que cada família hebreia deveria escolher um cordeirinho sem mácula, um macho de um ano. Durante a tarde e à mesma hora todos os cordeiros seriam sacrificados e a carne comida à tardinha, antes da partida. Mas antes, com o sangue do próprio cordeiro cada qual deveria pintar uma cruz na ombreira da porta da sua casa. O cordeiro inteiro seria assado no fogo e comido com pães ázimos ou seja com pão sem fermento, juntamente com ervas amargas. O que sobrasse da refeição seria queimado no fogo. Já os sacos a tiracolo, sapatos nos pés e cajados nas mãos, os hebreus deveriam comer o cordeiro apressadamente, para logo em seguida partirem. Durante a ceia o anjo do Senhor passaria por todas as casas matando os primogénitos. Porém nas casas assinaladas com a cruz vermelha, o anjo passaria à frente e os primogénitos dos hebreus seriam poupados e salvos da morte.

Todo o Egito foi atingido pela praga da morte dos primogênitos e mesmo nas casas em que o primogênito já havia morrido, o segundo filho foi morto. Até os egípcios que moravam noutras terras mais distantes foram atingidos e os seus primogénitos igualmente mortos.

counter

contador de visitas on line online associações
contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 02:33





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Novembro 2016

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

GEOCLOCK


contadores de visitas

GEOWEATHER


contador de visitas blog

GEOCOUNTER


contador de visitas

GEOUSER


contador de visitas

GEOCHAT


contador de visitas