Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



CANÇÃO MEIO TONTA

Quinta-feira, 18.05.17

 

(POEMA DE PEDRO DA SILVEIRA)

 

Este quase murmúrio

que se repete, insiste,

esta música antiga,

que tão débil, mal se ouve –

 

onde a escutei num tempo

que não sei bem se foi?

(E os retratos no álbum,

que ao seu soar sorriem?)

 

Dir-se-ia que morre

e morrendo revive

o vago som, sem corpo,

da música d’outrora.

 

(A caixa tem fendida

a tampa onde a pintura

figura uma menina.)

Dói-me esta pobre música.

 

IV - 1970

 

P da Silveira, Poemas Ausentes

counter

contador de visitas on line online associações
contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 00:05





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Maio 2017

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

GEOCLOCK


contadores de visitas

GEOWEATHER


contador de visitas blog

GEOCOUNTER


contador de visitas

GEOUSER


contador de visitas

GEOCHAT


contador de visitas