Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



DANIEL DE SÁ

Segunda-feira, 16.05.16

O escritor Daniel de Sá nasceu na freguesia da Maia, ilha de S. Miguel, em 2 de Março de 1944. Viveu em Santa Maria de 1946 a 1959 onde fez o Curso Geral dos Liceus. Mais tarde concluiu o Curso do Magistério Primário na Escola do Magistério Primário de Ponta Delgada. Lecionou nos Fenais da Ajuda, cumprindo a seguir o serviço militar nas Caldas da Rainha, Tavira e Arrifes. Depois de um ano como professor na escola do ensino básico da Maia, partiu para Espanha, onde fez o noviciado em Moncada, Valência, onde estudou Filosofia. Frequentou Teologia no Seminário Diocesano de Valência e na Faculdade de Teologia de Granada. Em finais de 1973 regressou a S. Miguel, passando pela escola do ensino básico de S. Brás. A partir do ano letivo de 1974/75 lecionou, até à aposentação, na escola da Maia.

Exerceu vários cargos públicos. Entre outros, foi Secretário Regional da Comunicação Social e Desporto, na Junta Regional dos Açores, foi deputado nas primeiras duas legislaturas da Assembleia Regional e vereador da Câmara Municipal da Ribeira Grande; e membro da Assembleia Municipal deste concelho.

Foi um dos escritores açorianos que com mais frequência escolheram cenários não açorianos para situar geográfica e socialmente as suas obras, se bem que raramente viajasse para fora do arquipélago. Além disso, normalmente adaptou a sua escrita aos tempos históricos e à cultura das personagens. A sua escrita, reveladora de vasta erudição, foi muitas vezes ilustrada com histórias reais perspicazmente captadas na ilha, sobretudo na sua Maia.

Ganhou o prémio Nunes da Rosa, da Secretaria Regional de Educação e Cultura, com a novela Um Deus à Beira da Loucura, e foi por duas vezes vencedor do prémio Gaspar Frutuoso, de Literatura, da Câmara Municipal da Ribeira Grande. Primeiro com Crónica do Despovoamento das Ilhas e depois com A Terra Permitida.

O seu livro Ilha Grande Fechada, juntamente com outros de autores também açorianos, fez parte de uma tese de doutoramento sobre Literatura Açoriana e Emigração, na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, de Porto Alegre. O mesmo romance serviu de tema para duas teses de mestrado naquela Universidade, merecendo, em ambos os casos, um elogio do próprio júri. Foi o criador dos Encontros de Escritores Açorianos, tendo organizado os primeiros três, que se realizaram na Maia. É colaborador da imprensa, sobretudo açoriana, desde 1964. Colaborou em blogues publicando versos humorísticos com muita verve. Por vezes as suas colaborações surgem sob a forma de imitação intencional dos estilos de grandes escritores.

Obras principais: Génese. Angra do Heroísmo, Sobre a Verdade das Coisas, O Espólio, A Longa Espera, Bartolomeu, Um Deus à Beira da Loucura, Ilha Grande Fechada, A Criação do Tempo, do Bem e do Ma, Crónica do Despovoamento das Ilhas, E Deus Teve Medo de Ser Homem, As Duas Cruzes do Império, A Terra Permitida, O Pastor das Casas Mortas, Ver Açor, Santa Maria, a Ilha-Mãe e Ver Açor.

 

Dados retirados do CCA – Cultura Açores

counter

contador de visitas on line online associações
contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 00:05





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Maio 2016

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

GEOCLOCK


contadores de visitas

GEOWEATHER


contador de visitas blog

GEOCOUNTER


contador de visitas

GEOUSER


contador de visitas

GEOCHAT


contador de visitas