Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



JESUINA GLÓRIA

Domingo, 09.10.16

Rezam as crónicas que Jesuína Glória nasceu no lugar da Caldeira, então pertencente à freguesia das Lajes, corria o ano da graça de 1807. Órfã de pai e mãe foi criada por sua tia Gervásia que, para além de a obrigar a todo o tipo de trabalhos, a espancava e humilhava em demasia. Pior do que isso, ainda criança foi vítima de assédio sexual permanente, de sevícias e de estupro por parte do marido de Gervásia que via na garota a única forma de satisfazer os desejos lascivos que a mulher lhe obliterava. Aos doze anos Jesuína Glória foi oferecida pela tia a um honrado camponês natural das Fajãs e que se deslocara à Caldeira para comprar um bácoro. O homem de nome Felício, residente no lugar da Fajã Grande, era um honrado cavalheiro, bondoso e amável que havia perdido a filha no naufrágio de um barco que baqueara numa tempestade, lá para as bandas dos Fanais e que via nela a imagem da desafortunada filha. O bondoso e probo Felício criou e educou Jesuína Glória com muito amor e carinho, dando-lhe uma esmerada educação. A sua morte repentina, porém, deixou a pequena, novamente órfã, quando tinha apenas quinze anos.

Foi um biltre e reles vizinho, ao tempo simulado amigo de Felício, que lhe deu guarida, voltando Jesuína Glória a ser maltratada e violentada. Mas Jesuína traumatizada pelos horrores que sofrera na infância e da forma como fora violada e perdera sua virgindade, tentou resistir ao assédio do facínora, não cedendo às vontades lascivas do malfeitor.

Porém Jesuína da Glória conhece Jeremias, um jovem pescador e passa a amá-lo de verdade, apaixonando-se, loucamente, por ele. Mas Jeremias era casado, o que tornava impossível o amor entre ambos. Jesuína sofre duplamente. Por um lado o estupro de que era vítima por parte do seu famigerado paraninfo e, por outro, porque o seu amor por Jeremias é impossível. Mas algum tempo depois a esposa de Jeremias adoece gravemente e morre. Jesuína Glória sente, cada vez mais amor por Jeremias, um amor puro e sincero que sabe ser correspondido. Mas eles ainda não tem coragem de se declararem um ao outro, por timidez, por medo de que o povo murmure. Mas o sentimento de respeito mútuo que os une é imenso.

Jesuína Glória continua a sofrer o assédio e estupro do vizinho que, falsamente, a parece proteger. Tenta libertar-se da malvadez do biltre, mas não consegue. Jeremias sabe e desesperado, querendo defender a amada, mata o maldito com uma facada nas costas, ao surpreende-lo em mais uma famigerada violação de Jesuína. Preso e condenado é deportado para a Costa de África, deixando Jesuína numa solidão desesperada e numa amargura terrível.

Após um tempo de muita dor, solidão e sofrimento, sem receber nenhumas notícias de Jeremias, Jesuína Glória, sem no entanto se apaixonar, cede aos amores de Gilberto Leão, um jovem com quem acaba por casar. Desse casamento nasceram três filhos: Luiza, Jeremias e Onofre. Cedo porém, Gilberto se aborrece de Jesuína, por sentir que afinal ela ama outo que, embora distante e em parte incerta, está presente no seu coração em cada hora e em cada momento das suas vidas. Sentindo-se enganado, Gilberto parte para a América na companhia de uma outra mulher que conhecera no Lajedo por ocasião da festa da Senhora dos Milagres. Jesuína Glória fica de novo sozinha, com uma enorme saudade dos filhos que lhe foram tão cruelmente retirados, passando a viver totalmente na miséria mas sonhando sempre com o regresso de Jeremias, o homem da sua vida, que sempre amou perdidamente e em quem sempre confiou. Na verdade continuava a sentir um enorme amor por ele que nunca esqueceu em nenhum momento de sua vida.

E o dia desejado chegou. Bateram-lhe à porta. Jesuína não acreditava no que via. Ficou radiante de felicidade, assim como Jeremias, que lhe confessou o seu grande amor. Sempre foi apaixonado por ela e nunca a esqueceu. Assim essa surpresa do destino acabou fazendo com que a corajosa Jesuína Glória conquistasse o seu grande amor, concretizando o mais belo sonho, o sonho de ter um marido que a amava verdadeiramente e o sonho de ter um lar e de viver para sempre ao lado do seu grande e verdadeiro amor.

Tempos depois, Jeremias e Jesuína Glória abandonaram a ilha e fogem para o Faial, onde se casaram, construíram família e passaram a viver uma linda história de amor, em que os dois superaram todos os obstáculos da vida, tornando-se extremamente felizes e realizados.

counter

contador de visitas on line online associações
contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 00:05





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Outubro 2016

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

GEOCLOCK


contadores de visitas

GEOWEATHER


contador de visitas blog

GEOCOUNTER


contador de visitas

GEOUSER


contador de visitas

GEOCHAT


contador de visitas