Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



LENDA DE SANTO ANTÓNIO

Segunda-feira, 13.06.16

Na igreja da Fajã Grande, num dos altares laterais, existia uma pequena imagem de Santo António, mas que pouca devoção provocava no povo que nem sequer o festejava no dia em que a igreja o recordava liturgicamente, ou seja 13 de Junho. Estranhamente, uma grande imagem de Santo António estava guardada na Assomada, numa casa particular, totalmente impedida de entrar na igreja. Ninguém sabia a razão de tal esquisitice. Se era por não estar benzida que se benzesse. Essa imagem, que anos depois foi colocada numa capela construída em honra do santo no lugar com o seu nome, no cruzamento do caminho da Cuada, era a que mais fazia com que o povo recordasse o santo, os seus milagres, como aquele em que estando a pregar em Pádua, ao ter conhecimento de que o pai fora inocentemente condenado à morte, nesse instante apareceu em Lisboa para o livrar da forca. Muitas lendas também sobre ele se contavam. Uma das mais divulgadas era a seguinte

Certo dia Santo António passou por uma pequena cidade onde havia uma rapariga muito jovem que tinha casado com um homem muito mais velho do que ela. Ora aconteceu que a rapariga teve um filho. O homem, devido à sua idade, desconfiou de que o menino fosse seu filho, por isso se revoltou e zangou insultando a pobre rapariga que passava os dias a chorar.

Reza a lenda que Santo António passou pela casa onde vivia o casal desentendido e, ouvindo o choro da mãe, entrou e foi ver o que se passava. A rapariga contou-lhe tudo e logo o santo lhe prometeu que a havia de ajudar, Disse-lhe que voltaria no dia seguinte mas recomendou-lhe que, durante a noite, deitasse o menino sua cama, no meio deles, dormindo, assim, com o pai de um lado e a mãe do outro. E prometeu-lhe que seria a própria criança a dizer quem era o pai.

Ela, embora incrédula, pois o menino só tinha um mês, fez tudo como o santo lhe havia recomendado.

 No dia seguinte, Santo António voltou à casa e dirigiu-se ao bebé dizendo-lhe:

 - Levanta-te, aponta com o dedo e diz quem é o teu pai!...

 A criança levantou-se e apontando na direção do homem, chamou-lhe pai. Perante o milagre o homem acreditou que era, na verdade, o pai da criança.

 O santo recomendou ao homem que fosse fiel a sua mulher e a seu filho, pois a verdade morava naquela casa.

 

counter

contador de visitas on line online associações
contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por picodavigia2 às 00:05





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Junho 2016

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

GEOCLOCK


contadores de visitas

GEOWEATHER


contador de visitas blog

GEOCOUNTER


contador de visitas

GEOUSER


contador de visitas

GEOCHAT


contador de visitas