Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O SENHOR DOUTOR MENDONÇA

Quinta-feira, 06.04.17

Após a decisão da Camara Municipal das Lajes de, em 1935, criar na Fajã Grande o segundo centro médico em 1935, foi colocado como primeiro médico da freguesia o Doutor Caetano Luís de Mendonça. Aquele facultativo que cativou pela sua bondade e dedicação, toda a população da freguesia, ali viveu até1943, altura em que se transferiu para a ilha do Pico, fixando-se na vila da Madalena. Na Fajã Grande foi substituído, até 1948, pelo doutor Alfredo Malheiro Serpa. A partir de então a freguesia mais ocidental da Europa nunca mais teve médico residente.

Filho de António Luís de Mendonça e de Maria José de Freitas, o Senhor Doutor Mendonça, como era conhecido, nasceu em 14 de janeiro de 1901 na Fazenda das Lajes, junto da Grota do Telhal, na altura ainda um lugar pertencente à freguesia e ao concelho de Lajes das Flores. Depois de concluir a Instrução Primária, matriculou-se no Ensino Secundário no Liceu da Horta, em 1919, ensino esse que concluiu em Angra do Heroísmo, uma vez que na Horta não existia nesse tempo ensino complementar. Ingressou a seguir no Ensino Superior, concluiu o curso de medicina em Dezembro de 1930 na Universidade de Coimbra.

Depois de permanecer durante algum tempo na Fazenda das Lajes, onde tinha consultório, acabou por fixar residência na Fajã Grande. Aí permaneceu durante oito anos, onde para além da atividade de médico, colaborou na organização do futebol, em 1939, quer da freguesia, quer de ilha, tendo chegado a servir de dirigente e de árbitro, mostrando-se um entusiasta nos ensinamentos da modalidade. Colaborou também noutras atividades culturais, nomeadamente nos grupos de teatro que ali se realizaram.

Em 1943 transferiu a sua residência para a Madalena do Pico, onde, para além de Delegado de Saúde concelhio, exerceu mais e melhor a atividade médica. Aí trabalhou em consultório privado, no Hospital da Madalena e noutros consultórios públicos do concelho, e até no Hospital da Horta, onde chegava a deslocar-se para ver os seus doentes. Chegou a exercer as funções de diretor do Hospital da Madalena, numa altura de expansão evidente dos serviços de saúde.

Casou com Maria Adélia Ribeiro Victor, na altura colocada também na Fajã Grande como professora da Escola Feminina ali existente.

Boas memórias guardavam os habitantes da Fajã Grande que lidaram com este bondoso casal, sobretudo os doentes e as meninas da escola. O doutor Mendonça e a esposa eram pessoas simples humildes e bondosas. O Doutor Mendonça sempre viveu na sua profissão com dificuldades económicas, sobretudo durante um longo período do início da sua carreira de médico, procurando clientela que lhe garantisse serviço, mas trabalhando quase sempre gratuitamente para pobres e amigos. Além disso era humilde e simpático para todos os que dele careciam, nomeadamente para os que ele conviviam. Conversava com os pescadores e rurais com a mesma dignidade com que conversava com altas individualidades. Faleceu em 25 de agosto de 1976, depois de uma vida de dificuldades e de intenso trabalho profissional.

counter

contador de visitas on line online associações
contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por picodavigia2 às 00:05





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Abril 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

GEOCLOCK


contadores de visitas

GEOWEATHER


contador de visitas blog

GEOCOUNTER


contador de visitas

GEOUSER


contador de visitas

GEOCHAT


contador de visitas