Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O TRIGO (DIÁRIO DE TI'ANTONHO)

Domingo, 20.03.16

Quando eu era miúdo ainda se cultivava muito trigo aqui, na Fajã Grande. Mas a julgar pelo que o meu avô me contava, no tempo dele ainda se cultivava muito mais. Na verdade diziam os antigos que noutros tempos o milho era desconhecido nesta freguesia e que apenas se cultivava trigo nesta terra. O trigo, porém, dava muito mais trabalho e obrigava a mais canseiras para ser cultivado do que o milho. Na verdade o trigo merecia um tratamento especial, não apenas no seu cultivo mas sobretudo na apanha. A colheita do trigo era demorada e difícil. O trigo tinha que ser ceifado com muito cuidado para as espigas não se desfazerem. Havia várias eiras aqui na Fajã Grande. Depois de ceifado e amarrado em molhos com folhas de espadana era levado para a eira onde se fazia a debulha. No meu tempo de criança o dia de debulhar o trigo era um dia muito longo e de muito trabalho mas também era um dia especial, uma espécie de dia de festa para a família, que nesta tarefa era ajudada por vizinhos e amigos. Era um dia de festa e de alegria semelhante ao da matança do porco. Eram precisas duas ou três juntas de bois ou de vacas para andarem na eira a puxar o trilho, à volta do moirão. Uma junta não aguentava o dia todo, pois os animais ficavam tontos e cansadíssimos de tanto andar à roda. O jantar e a ceia nesse desse dia eram melhorados. Na véspera cozia-se pão, um caldeirão de inhames e matava-se e guisava-se uma ovelha que se comia junto com linguiça e torresmos. Os homens tratavam do gado, de espalhar e juntar o trigo e as mulheres joeiravam-no ao vento. E a rapaziada da família divertia-se sentada em cima do trilho ou rebolando-se na palha. Depois de o joeirar o trigo era ensacado e carreado para as casas onde era guardado para ser usado durante todo o ano. Nesses tempos o povo regulava-se e programava as suas atividades agrícolas pelas luas e pelas marés, tendo mm conta as chuvas e o mau tempo. Era assim que se estabelecia os tempos adequados quer para semear quer para apanhar não apenas o trigo mas também todas as outras culturas como os inhames, as batatas, as couves, as cebolas, o feijão e as abóboras. O trigo na Fajã Grande também chegou a ser cultivado estritamente como forragem para animais domésticos ou seja como o feno, em substituição das forrageiras.

Há quem diga que o trigo foi o primeiro cereal cultivado pela humanidade. O primeiro local onde foi cultivado foi no Crescente Fértil, no Médio Oriente. Os arqueólogos demonstraram que o cultivo do trigo é originário da Síria, Jordânia, Turquia e Iraque. Cuida-se que o seu aparecimento terá acontecido há mais de 10.000 anos e terá sido da seguinte maneira: ainda em pleno nomadismo, uma mutação ou hibridização terá ocorrido ocasionalmente, por razões climáticas, originando uma planta com sementes grandes, impossíveis de se espalharem-se pelo vento e nascerem espontaneamente. Esta planta não poderia vingar como silvestre, mas podia ser cultivada e assim produzir mais comida para os humanos.

counter

contador de visitas on line online associações
contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 00:05





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Março 2016

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

GEOCLOCK


contadores de visitas

GEOWEATHER


contador de visitas blog

GEOCOUNTER


contador de visitas

GEOUSER


contador de visitas

GEOCHAT


contador de visitas