Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



PALAVRAS, EXPRESSÕES E DITOS UTILIZADOS NA FAJÃ GRANDE (XIX)

Terça-feira, 10.11.15

Abaixar a crista – Acalmar-se. (Expressão usada pelos adultos quando as crianças os contrariavam ou se revoltavam).

Abrir – Lavrar um terreno pela primeira vez, com arado de ferro.

Advertir-se – Divertir-se.

Agrião d’água – Agrião que nasce nas lagoas, junto com a erva.

Água pela borda – Embarcação muito cheia. Pessoa mui carregada.

Aguilhada – Vara comprida e rija com que se incentivava os animais a andar quando encangados.

Alambuzar – Comer com as mãos e sujar-se.

Alheta – Persilha que prende o cinto das calças.

Amaricado – Efeminado.

Amerca de Baixo – Costa leste dos Estados Unidos.

Apastrar tintilhões – afastar os tentilhões das colheitas.

Aprumado – Com boa aparência. Educado.

Arco da Aliança ou Arco-da-Velha – Arco-Íris. (Na Fajã grande, outrora, dizia-se quando o Arco da Aliança aparecesse de pernas para o ar seria o fim do mundo.)

Arionó – Do inglês “Are you know?” (nome próprio).

Arriba – Para cima.

Arrochos – Dois pequenos pedaços de pau devidamente preparados e adequados para apertar o cabo que segurava uma carrada de lenha, fetos, incensos, melheirós, rama, erva, etc. Um deles era direito e pontiagudo numa das extremidades, a fim de ser espetado na carga, junto ao cabo. O outo, por sua vez, era um pouco mais curto e torto ou arqueado. Enrolado no cabo, ia girando à volta do primeiro, de maneira que o cabo se fosse enrolando e, consequentemente diminuindo de tamanho e apertando a carga. Ambos os arrochos eram furados numa das extremidades, no caso do direito na extremidade que não era pontiaguda, sendo presos uma ao outro com uma corda.

Atarrachar – Aparafusar.

Atracar – Encostar uma embarcação ao cais.

Azougue – Magnetismo.

Babo – Inchaço resultante a picada de um inseto ou outro.

Baganha – Parafuso de dar corda e acertar o relógio de pulso.

Balbúrdio – Grande quantidade (geralmente de dinheiro). Balúrdio.

Batelameiro – Bartolomeu (nome próprio)

Bicha cadela – Bicha que se enrosca de cor negra.

Boca-aberta – Pessoa muito demorada em realizar uma tarefa.

Boi da junta – Homem que exagera no seu comportamento sexual.

Boquinha da noite – Anoitecer.

Brocha – Trincha.

Bunzinho – Com noa saúde.

Cara de cu – Pessoa feia. Pessoa má.

Deixar da mão pra fora – Terminar.

Foles – Parte superior das calças, larga e desajeitada.

Lajone – Nome próprio.

Nó boline – tipo de nó muito seguro.

Olho da batata – Rebento das batatas.

Papujão – Indivíduo que fala mal.

Passar fome de rabo – Passar muita fome.

Pegado no sono – Adormecer facilmente.

Pegar na fala – Gaguejar.

Pessoa de remate – Pessoa de confiança.

Pisadela – Pequena lesão sem ferida.

Pulso desmanchado – Entorse no pulso.

Quando o Chico vier da areia. – Nunca.

Quebradura – Hérnia.

Recebedoria – Tesouraria da Fazenda Pública

Relampo – Relâmpago.

Retalhar – Cortar as batatas para a semente, deixando um rebento em cada uma

Sante nome de Jasus – Admiração, espanto.

Sarnalha – Tipo de erva.

Solvo – Sorvo.

Talhada – Posta de carne ou de toucinho

Tralhouco – Tonto.

Ter vagar – Ter tempo.

Toleira ou toliça  – Tolice.

Tomar Nosso Senhor – Comungar.

Troca – Soro do leite depois de desnatado.

Uma vez na vida outra na morte – De vez em quando.

Valada – Pequena grota entre os tapumes de hortênsias que separavam as relvas do

Ver estrelas ao meio dia – Ficar atordoado. 

Vieiro – Carne entremeada no toucinho do porco.

Zé-da-Véstia – Homem desajeitado.

counter

contador de visitas on line online associações
contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por picodavigia2 às 00:05





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Novembro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

GEOCLOCK


contadores de visitas

GEOWEATHER


contador de visitas blog

GEOCOUNTER


contador de visitas

GEOUSER


contador de visitas

GEOCHAT


contador de visitas