Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



FERNANDO AIRES

Domingo, 13.10.13

Fernando Aires de Medeiros Sousa nasceu em Ponta Delgada, ilha de São Miguel, em 18 de Fevereiro de 1928, tendo falecido em 09 de Novembro de 2010. Licenciado em Ciências Histórico-Filosóficas pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, foi professor efectivo no Liceu Antero de Quental, tendo leccionado a cadeira de Psicopedagogia na Escola do Magistério Primário de Ponta Delgada. Desempenhou as funções de assistente-convidado da Universidade dos Açores entre 1975 e 1994.

Pertenceu ao grupo que, nos anos 40, fundou o Círculo Literário Antero de Quental, destinado a introduzir o modernismo nos Açores. De 78 a 89 fez parte da Direcção do Instituto Cultural de Ponta Delgada. Está representado na Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa, onde também colabora desde 1993.

A sua obra é constituída por quatro volumes do diário Era Uma Vez o Tempo e por dois livros de ficção, Histórias do Entardecer e Memórias da Cidade Cercada, sendo que este título parece estar perfeitamente interligado com o seu diário, considerado como a componente fulcral da sua escrita: o homem moderno «cercado» precisamente por uma modernidade que ele entende e aceita, mas moldada pela memória profundamente vincada de um outro tempo em que as coisas e os homens ainda não tinham perdido os seus referenciais históricos e éticos.

 

Dados retirados do CCA – Cultura Açores

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 18:01





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031