Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



AUTO DA BENÇÃO DA ANTIGA ERMIDA DE SÃO JOSÉ DA FAJÃ GRANDE NO ANO DE 1757

Segunda-feira, 04.11.13

“Assento do dia mês e ano em que se benzeu a Ermida do Senhor São José sita no lugar da Fajan-Grande desta freguesia de Nossa Senhora dos Remédios do lugar da Fajãzinha.

Ano do Nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo de mil setecentos e cinquenta e sete neste lugar da Fajan-Grande desta freguesia de Nossa Senhora dos Remédios em os vinte e quatro dias do mês de Maio do dito ano de manhã em presença do Reverendo Vice Vigário João Rodrigues Ramos e do Reverendo Padre Cura Alexandre Pimentel e dos Reverendos Padres Frei Francisco de Santa Maria e Frei Francisco de Santa Ana Religiosos Franciscanos e do Capitão António de Freitas Henriques, e de António Silveira, e de Bartolomeu Lourenço, e de Manuel Lourenço, e de Francisco Lourenço, e de todo o povo desta freguesia da Fajãzinha benzeu o Rev. P.e Agostinho Pereira de Lacerda Vigário em Matriz de Santa Cruz desta ilha das Flores e Ouvidor eclesiástico desta dita ilha e da do Corvo a Ermida do Senhor São José sita neste lugar da Fajã Grande onde se diz o serrado do Licate – com todas as solenidades do Direito e cerimónias do Ritual Romano por autoridade e licença in escripis do Ex.mo Senhor Bispo D. Frei Valério do Sacramento que lhe apresentou o Rev. P.e Francisco de Freitas Henriques administrador da dita Ermida como também apresentou Pedra de ara, Caliz, Patena, Colherinhas para água, Galhetas, Missal, quatro Mesas de Corporais, Castiçais de pau bem formados, Paramentos de todas as cores digo de todas as quatro cores de que usa a Igreja Romana, cada um com sua Alva, Amito, Estola, Manípolo, e Cordão de que fica a dita Ermida ornada além das toalhas do altar, e com duas imagens novas, uma do Senhor São José orago da dita Ermida e outra do senhor São Miguel; e adeante se hão-de transladar os títulos do Património em fé do que assinamos em o sobredito dia 24 de Maio de 1757 = Agostinho Pereira de Lacerda = O P.e Francisco de Freitas Henriques = Frei Francisco de Santa Maria = O Vice vigário João Rodrigues Ramos = Frei Francisco de Santa Ana = O Cura Alexandre Pimentel Rodrigues.”

Este importante e curioso documento acima transcrito está registado no “Livro do Tombo da Igreja Paroquial de Nossa senhora dos Remédios”. Dele, em boa hora, o padre António Joaquim Inácio de Freitas, pároco da Fajãzinha entre 1942 e 1991, fez uma cópia, a qual este registada, em anexo, no livro de Francisco António Nunes Pimentel Gomes, intitulado “Ilha das Flores, Da Descoberta à Actualidade (Subsídios para a sua História)”. Edição da Câmara Municipal das Lajes das Flores, 1977. (Cf. Op. Ct. pág. 467 e seg., doc. 53). 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 00:08





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Novembro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930