Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A CASA DO ESPÍRITO SANTO DE MARIA DE JESUS MACIEL

Quinta-feira, 14.11.13

Foi  publicado e apresentado na ilha do Pico, no passado mês de Junho e por alturas das festividades em louvor do Paráclito, o livro “A Casa do Espírito Santo”.  Da autoria de Maria de Jesus Maciel, esta obra contém.  não apenas sobre o ponto de vista textual mas também a nível fotográfico, uma importante,  excelente, interessante  e variada  documentação histórica sobre o tema.. Para quem lê este novo livro de Maria de Jesus Maciel e, sobretudo para aqueles que,  de uma forma ou de outra,  se identificam com a vida, com a idiossincrasia  e com os costumes insulares ou para os que se fazem acompanhar no seu quotidiano  de  vivências e de memórias de uma perene e jamais inseparável açorianidade, este livro, de leitura extremamente agradável, apresenta-se como um magnífico encontro com o passado e com o presente açoriano, com os costumes e as tradições das ilhas, com o encanto das suas festividades, com a sublimidade das suas vivências e celebrações. Inigualáveis nos seus formatos e transcendentes na sua essência, as festas do Espírito Santo sentem-se e vivem-se, hoje nos Açores, com a mesma intensidade e devoção de outrora e são repletas de sentimentos intensos,  de vivências solidárias, de recordações míticas, de extravagâncias deliciosas e de promessas que o tempo nunca apagou nem, de certo, apagará jamais. Além disso, os açorianos, que nelas emergem, quer responsabilizando-se pela sua concretização, quer ajudando nos seus arranjos e preparativos, bem como aos que a elas se ligam apenas como espectadores, fazem-no com uma dedicação inexaurível, com um empenhamento notável, com um espírito de doação e de partilha transcendentes e com uma abnegação infinita. As festas do Espírito Santo fazem parte íntegra do quotidiano dos habitantes dos Açores, que com elas como que se identificam e se consubstanciam. Tudo isso e muito mais nos revela Maria de Jesus Maciel nesta sua obra recentemente divulgada e que aborda temas como: o significado e o simbolismo destas festas, as suas raízes históricas e culturais, a sua identidade e as suas diversidades nas várias ilhas, os impérios como forma de culto e muito particularmente o Império da Companhia de Cima, na freguesia de São João do Pico, donde a autora é natural e onde passou a sua infância, da qual guarda as melhores e mais belas recordações e que agora partilha com os leitores. Para além de uma enorme quantidade de fotografias que o livro contém, algumas delas de um passado já distante, a autora ainda recolheu um bom número de testemunhos e de vivências de várias pessoas sobre as festividades do Espírito Santo, acrescentando um notável elenco de obras de variadíssimos autores sobre o tema. Há ainda, em anexo, um importante registo da letra de alguns cânticos que fazem parte íntegra das referidas festas, nomeadamente dos que são cantados nas  novenas que ainda hoje se efectuam em muitas freguesias da ilha do Pico.

Maria de Jesus Maciel, natural de São João do Pico, é licenciada em História pela Faculdade de Letras de Lisboa, mestreem Estudos Portugueses– Literatura e Cultura Portuguesas e Doutoradaem Cultura Portuguesapela Universidade Nova de Lisboa. Exerceu o seu percurso profissional, primeiro como professora do Ensino Secundário e, mais tarde, com professora de Cultura Portuguesa no ensino Superior, dedicando-se actualmente à investigação, tendo já publicado outras obras sobre vários temas da história e cultura açorianas, nomeadamente referentes à ilha do Pico e à freguesia de S. João.

Texto publicado no “Pico da Vigia”  em 04/07/11

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 00:04





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930