Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A RUA DIREITA

Terça-feira, 19.11.13

A Rua Direita era a mais importante e a mais central rua ou caminho da Fajã. O nome havia-lhe sido dado porque na realidade o seu traçado era perfeitamente rectilíneo, sem uma única curva que fosse e o seu piso quase plano e sem declives, a não ser uma ligeira descida na parte final, a partir da casa do José Nascimento, quando já se aproximava da Via d’Água. No entanto, mais tarde e em homenagem ao Senador João Joaquim André de Freitas, esta rua recebeu o nome deste ilustre fajãgrandense, embora popularmente continuasse a ser sempre designada simplesmente por Rua Direita.

A rua Direita começava à Praça e terminava no cruzamento da Tronqueira e Via d’Água, junto à casa do João Lourenço. Nela desembocavam as Courelas, o Caminho de Baixo, a Rua Nova e ainda as canadas do Gil e uma outra que ficava ao lado da Casa do Espírito Santo de Baixo e que dava para a casa do António Lourenço. Nela se situavam as casas maiores, mais ricas e mais luxuosas da freguesia, se é que por essa altura se pudesse falar em riqueza ou luxos, pertencentes às pessoas com mais posses ou com mais propriedades, incluindo a do senhor padre Pimentel, as de alguns americanos regressados da Califórnia e as de uma boa parte dos comerciantes da freguesia. Era também a meio desta rua que ficava a igreja paroquial, ladeada pelo cemitério e com o seu amplo adro. Nela também se situavam as duas casas de Espírito Santo e dois chafarizes. As casas de habitação sitas na rua Direita eram vinte e quatro, das quais apenas duas estavam desocupadas: a do Guarda Furtado. Geminada com a do José Nascimento e a do Senador, junto à Praça, mas esta com a loja ocupada por um café. Era também nesta rua que se situavam três dos quatro estabelecimentos comerciais então existentes na freguesia: a Loja do Senhor Rodrigues, na esquina com o Caminho de Baixo, a da Senhora Dias, na loja da sua casa, junto ao adro, e a do José Natal, que mais tarde trespassou para a Senhora Bernadete, na loja da casa junto à entrada do Gil. Por sua vez o Café existente na loja da Casa do Senador, junto à Praça, pertencia ao José Maria e à Chica, que ali também vendiam alguns produtos, para além das bebidas. Era ainda na Rua Direita que se situava uma das máquinas de desnatar, aquela que pertencia à cooperativa e, duas casas velhas, uma que servia de palheiro para as vacas do Josezinho Fragueiro e outra para as do Gil, esta, junto à sua própria casa.

Na rua Direita, moravam as pessoas consideradas mais importantes da freguesia, enquanto nos arrabaldes, ou seja, na Assomada, Fontinha, Alagoeiro e noutras ruas e lugares, moravam, salvo raras excepções, as pessoas com menos posses. Eram ainda os moradores daquela artéria que regra geral e em primeiro lugar eram escolhidos ou se impunham por eles próprios, para cargos de responsabilidade na freguesia, como presidente de Junta, cabeças das festas de Espírito Santo e do Fio, ou eram designados para as comissões das festas, para dirigir a Corporativa, ou os que vestiam opas vermelhas para levar o pálio nas procissões do Santíssimo ou o andor nas da Senhora da Saúde.

Era ainda e apenas na rua Direita que passavam as procissões, para baixo e para cima, desde o cimo da Via d’Água até à Praça. A única excepção era a das “Rogações”, nas têmporas de Setembro.

O piso da rua Direita, inicialmente, era como o das restantes ruas e do tipo calçada romana, tendo sido aberto duma ponta à outra, em 1948, para se colocarem os canos da água, quando se procedeu ao seu abastecimento a toda a freguesia. Em 1952 este pavimento primitivo foi substituído por calçada lisa, com paralelos, colocados em espinha, uma vez que a rua se transformou em estrada, sendo nessa altura destruídos total ou parcialmente alguns dos interessantes pátios que possuíam algumas das suas belas moradias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 09:43





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930