Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



ELE ELA E O PICO

Sábado, 23.11.13

Chegaram! E, à semelhança dos primeiros descobridores, saltaram de ilha para ilha, imersos na incerteza do destino, mas imbuídos de uma enorme ânsia de se emaranharem uma irrequieta e turbulenta aventura. Navegaram num mar repleto de veleiros, de brumas, sobrevoado por gaivotas, mas a abarrotar de tranquilidade, de calma, de confiança, de ternura e de mansidão. Um mar, onde o infinito era limitado e onde a noite teimava em ser dia e perdurava numa claridade acariciadora e permanente. Viajaram num barco repleto de ilusões, de sonhos e de esperanças, orvalhando o rosto com o perfume da maresia, saboreando os salpicos esbranquiçados da espuma, divertindo-se com o balancear cadenciado das ondas, soltando os cabelos à porfia com o vento.

E do mar pularam atrevidamente para terra, sem medos e sem receios. Desembarcaram num porto de pedra carcomida pelo tempo, com barcos a arrastarem-se sobre o pedregulho e com moitões já gastos pela pertinência contínua das amarras. E entraram pelo Pico dentro com a expectativa dos primeiros povoadores e abraçaram-se à enorme e imponente montanha como se ela tivesse sido sempre sua, como se fosse a principal herança dos seus antepassados.

Ela mais velha, mais ousada, mais desejosa de tudo ver e sentir. Ele mais novo, mais tímido e hesitante, mais ávido de tudo tactear e querer. O Pico muito alto e esguio, ora banhado de Sol e de vento, ora envolto em nuvens e chuviscos. Mas para os receber paramentou-se de lava e de fascinação, revestiu-se de faias e vinhedos e pediu à Lua que os acompanhasse, ao menos nas primeiras noites. E o silêncio misterioso da montanha e a imensidão inequívoca do mar, cedo, lhes fizeram esquecer os grunhidos roufenhos da cidade de cimento, o burburinho persistente das ruas apinhadas de carros e de gente, as prisões paralisantes do quinto andar, o emaranhado aterrador dos barulhos que desfazem o silêncio.

E o Pico tornou-se para ela e para ele o seu principal brinquedo. E logo descobriram que junto à ilha, a protege-la e a bafejá-la, estava o mar. Viram-no, sentiram-no, quiseram-no e agarraram-se a ele como se fosse o seu brinquedo de sempre. Banharam-se em águas cálidas, perfuraram ondas sibilantes, nadaram com peixes e gaivotas, banharam-se entre algas e caranguejos, saltaram do alto dos rochedos perfurando as profundezas do oceano e até pescaram. E o mar passou a fazer parte do seu quotidiano, transformando-se no epicentro dos seus folguedos e brincadeiras.

Depois descobriram a terra, feita de um chão de lava negra mas a abarrotar de vinhedos, de milheirais, de faias, de canas e de árvores de fruto. A terra que lhes dava o pão, o bolo, o leite, a carne, as batatas e os legumes para a sopa. E procuraram-na, tocaram-na cavaram-na e até a cobriram de mimos e afectos, acariciando-a com as próprias mãos. Semearam, plantaram, alisaram o chão de lava negra e dele extraíram batatas, inhames, cebolas e cenouras. Apanharam flores e colheram frutos. Deliciaram-se com o mosto adocicado das uvas e o sabor agridoce das amoras. Descobriram que este chão é um mar de lava negra e fria, plantado entre escarpas e veredas e que este mar é um chão de espuma dulcificada, imerso em neblinas e caligens. Perceberam que este chão é povoado por homens de chapéu de palha e de mãos calejadas que lavram os campos e sulcam o mar e de mulheres que calçam albarcas, moçoilas robustas que cozem o bolo e amassam o pão de milho, que atrelam os bois ao arado e que aos serões ainda dançam a “Chamarrita” e cantam o “São Macaio”

E à noitinha, quando ela e ele se sentavam sobre os rochedos enegrecidos e agrestes da beira-mar, aguardando, expectantes e ansiosos, o mítico canto das cagarras, ela e ele descobriram que aqui, no Pico, tudo é tão diferente e que até o céu tem mais estrelas

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por picodavigia2 às 21:53





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930