Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A CANADA DO PICO AGUDO

Terça-feira, 28.10.14

A meio do caminho entre a Escada-Mar e a Alagoinha havia um enorme largo, conhecido como Largos dos Paus Brancos. Era precisamente desse largo que partia uma estreita e sinuosa canada, quase em ziguezague, que dava acesso às terras e propriedades do lugar do Pico Agudo. A canada, obviamente, herdara-lhe o nome, sendo conhecida pela Canada do Pico Agudo.

A canada era tão estreita, tão apertada e tão atrofiada que por ela passava apenas um homem de cada vez. Como as propriedades ali existentes eram terras de mato, não passava gado pela mesma e os campos que a ladeavam e para onde ela se encaminhava pouco produziam, pelo que a canada era muito pouco movimentada, exceção à época da ceifa dos fetos e da cana roca, que por ali eram transportados às costas, para depois de colocados e empilhados no largo, serem transportados em corsões até aos palheiros ou casas velhas, onde eram guardados, no caso dos fetos, para cama do gado. O mesmo acontecia com a lenha seca ou com os incensos verdes, embora uns e outros fossem trazidos às costas, até às moradias.

A canada iniciava-se no largo e a ela se tinha acesso subindo dois ou três de degraus. Inicialmente como que dava continuidade ao próprio largo, afunilando-se logo de seguida por entre paredes singelas, em pequenas retas, intercalada com algumas curvas. Aqui e além, as paredes eram substituídas por pequenos portões, tapados com pedras e que permitia acesso às propriedades ali existentes, sendo que por vezes, era necessário atravessar umas para ter acesso às outras.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 20:15

AMANHECER VÁCUO

Terça-feira, 28.10.14

A noite revoltou-se envolta em bruma!

Mas o limiar da manhã - sonsa invernia -

Ressurge, fantasiado de magia...

Expelindo alvoradas, uma a uma.

 

O mar, o céu, a terra e o vento em suma

Trazem o doce som da maresia.

Se há rastro de tormenta ou lavadia

Do canto das gaivotas nasce espuma.

 

Quebra o silêncio o Sol a dealbar,

Anunciando que a safra vai seguir.

Fecunda? Já há barcos a partir,

 

Velas brancas as ondas a rasgar.
Levam sonhos, esperanças e vontade…

…No regresso? Balouçam vacuidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por picodavigia2 às 07:02





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Outubro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031