Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



DIETORENAL

Sábado, 06.12.14

Um blogue do sapo onde se pode encontrar uma dieta gourmet contendo, exclusivamente, produtos alimentares compatíveis com a alimentação de pessoas portadoras de insuficiência renal.

Procurar em:http://dietorenal.blogs.sapo.pt

http://dietorenal.blogs.sapo.pt/

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por picodavigia2 às 20:36

DESBARATANDO SIMPLICIDADE

Sábado, 06.12.14

 O José Dioclécio nasceu a onze de Maio de 1940, no lugar de Beira, Velas, ilha de S. Jorge e reside em Angra. Entrou para o Seminário de Diocesano em 1952, ali estudando durante seis anos. Após abandonar o Seminário, regressou a São Jorge e, na tentativa de dar continuidade aos seus estudos, tentou completar o sétimo ano, em regime particular, com o apoio do professor Rogério Contente, mas essa possibilidade foi-lhe negada, devido a obstáculos burocráticos criados pelo então Ministério da Educação que, assim o impeliu a entrar, de imediato, no mundo do trabalho.

Iniciou a sua actividade laboral no escritório da firma "Martins & Rebelo", na sua ilha natal. Em Julho de 1959 foi convidado para o cargo de tesoureiro da Fazenda Pública das Velas, convite que aceitou, ali trabalhando até à altura em que foi chamado para o serviço militar. Fez recruta em Mafra, sendo colocado, sucessivamente, em Tavira, Angra, Chaves, acabando por ser mobilizado para a guerra do ultramar, partindo para Guiné, onde permaneceu vinte e cinco meses. Terminado o serviço militar ingressou na Direcção-Geral das Contribuições e Impostos, como aspirante de finanças, na vila das Velas, S. Jorge. Em Março de 1966, passou ao quadro da DGCI, pelo que foi colocado em Santa Cruz, na ilha da Madeira, sendo transferido, algum tempo depois, para a Calheta de São Jorge, onde exerceu funções de chefe de repartição, sendo também, nessa altura, promovido a Ajudante de Verificador do Quadro da Fiscalização e, algum tempo depois, novamente transferido, desta feita, para as Velas. Em 1971 e depois de frequentar o curso de secretários de finanças, foi promovido a Técnico Verificador de 3ª classe e colocado em Sintra. De Sintra regressou aos Açores e à Direcção-Geral do Tesouro, trabalhando primeiro em Santa Cruz da Graciosa e depois em Vila Franca, São Miguel. Mas a agitada vida profissional de Dioclécio ainda não se quedaria por aqui. Promovido a tesoureiro da Fazenda Pública foi colocado na Praia da Vitória e, alguns anos depois, em Angra do Heroísmo, onde trabalhou até à sua aposentação, em 1994.

O José Dioclécio chegou ao Encontro, desconhecido da maioria, disparatando simplicidade. Mas, com esta simplicidade inequívoca, acompanhada de uma humildade transparente, com a sua simpatia e até com seu eloquente silêncio, depressa se envolveu com os presentes, granjeando a amizade e a estima de todos. Sem protagonismos, sem exageros mas com convicção e dignidade acompanhou e colaborou em todas as atividades, participou em todos os encontros, tornando-os mais ricos, mais envolventes e mais enternecedores. Espírito aberto e generoso, pleno de capacidade de compreender e interpretar, com vontade de partilhar e interagir, a abarrotar sentimentos de alegria e exaltação, o José Dioclécio participou no Encontro com muita emoção, singeleza, alegria, modéstia e dignidade, sendo, por tudo isto considerado mais um dos Senhores do Encontro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por picodavigia2 às 11:12





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Dezembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031