Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



REGISTO UM - ANO DE 1909

Sábado, 13.12.14

Aos onze dias do mez de Janeiro do anno de mil novecentos e nove, nesta egreja parochial de São Jose da Fajam Grande, concelho das Lajens, ilha das Flores, Diocese de Angra, na presença do Reverendo Caetano Bernardo de Souza, Reitor da freguesia do Mosteiro, deste mesmo concelho, com aucthorisação minha, padre Joaquim Francisco Campos, vicevigário desta dita freguesia, compareceram os nubentes José Fagundes da Silveira Junior  e Joaquina de Souza Fagundes, os quaes soube serem os próprios, com todos os papeis do estylo corrente, e sem impedimento algum canonico ou civil, para o casamento, elle de edade de vinte e cinco annos, solteiro, trabalhador, natural e morador na rua da Fontinha, desta dita freguesia, filho legitimo de José Fagundes da Silveira e de Mariana Fagundes da Conceição, também naturaes desta supra dita freguesia da Fajã Grande e ella de edade de dezoito anos, filha legítima de José Maria de Souza e de Maria José Theodósio,  também naturaes desta já nomeada freguesia da Fajã Grande, os quaes nubentes se receberam por marido e mulher e os unio em matrimónio procedendo em todo este acto conforme o Rito da Santa Madre Jgreja Catholica e Apostholica Romana. A este acto compareceram José Maria de Souza, pae da nubente, como legítimo superior, declarou verbalmente na presença do Reverendo oficiante e das testemunhas abaixo mencionadas, que dava seu consentimento para o casamento da sua filha Joaquina de Souza Fagundes e assignaria este assento. Foram testemumhas presentes que sei serem os próprios, José Joaquim Cardozo, professor official de instrução primária e José Caetano Rodrigues casados, todos moradores nesta freguesia, digo casado, proprietário, todos moradores nesta freguesia. E para constar lavrei em duplicado este assento que depois de lido e conferido perante os cônjuges e testemunhas, o legítimo superior da cônjuge e do reverendo officiante commigo todos assigmaram. Era ut supra. Vão collados dois sellos no valor de mil e setecentos reis, sendo mil e seiscentos reis por a nubente ser menor e cem reis devidos por este assento, que vão devidamente enutilisados “

Seguem-se as assinatura de: “José Fagundes da Silveira Junior, Joaquina de Souza Fagundes, José Maria de Sousa, José Joaquim Cardoso, José Caetano Rodrigues, padre Caetano Bernardo de Sousa, O vicevigário Joaquim Ferreira de Campos.”

 

Este é o registo do assento de casamento dos meus avós maternos, conforme consta do livro de Registos de Casamentos da Paróquia de São José da Fajã Grande, ano de 1909, digitalizado no Centro de Conhecimento dos Açores, Direção Regional da Cultura, Secretaria Regional da Educação e Cultura.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 09:53





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Dezembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031