Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



CANTATA DE NATAL, EM DOIS ANDAMENTOS

Domingo, 21.12.14

(TEXTO DE ARTUR GOULART)

 

1.º andamento – Larghetto affettuoso

- Mãe, quando é que fazemos o Presépio?

- Pode ser hoje. Vais com o teu irmão ao musgo. Naquele paredão de rocha ao fundo do quintal não falta. Arranquem-no com cuidado para não se desfazer. E vejam lá não escorreguem. Depois, dás um salto à carpintaria do senhor João e pedes-lhe para trazer um punhado de farelo de serra. Diz que é para o presépio que ele faz-te um embrulho.

- Mas para que é o farelo?

- É para fazer as estradas por onde vêm os pastores e depois os Reis Magos. Estes ficam mais ao longe, porque só chegam no dia 6 de Janeiro.

- Ó mãe, e a gruta para o Menino?

- Ainda temos do ano passado aquelas pedras vermelhas do pico da bagacina. Faz uma gruta linda. E temos aquelas figurinhas de barro que eram da tua avó. Vão caber lá dentro e, felizmente, que ainda estão todas, menos um anjinho que partiu as asas quando quiseste experimentar se ele voava. Mas ainda há um outro para chamar os pastores.

- E a estrela?

- É fácil. Recorta-se em cartão e forra-se com prata de chocolate. Lembras-te que andámos a alisar com a unha as pratas dos chocolates que te ofereceram nos teus anos e que metemos tudo numa caixa? E vão servir também para forrar bolas de papel e pendurar naquele ramo de pinheiro que teu pai trouxe ontem, que vai ficar a brilhar como um céu estrelado ou como a lua no mar.

- E não vamos cantar? Gosto mais é daquela da novena Entrai, pastores, entrai…

- Cantamos essa e outras que vocês também sabem, ó meu Menino Jesus, Noite feliz, O Menino está dormindo…

- O senhor Padre canta uma que eu não percebo, acho que é natusesnobis…

- Isso acho que é latim e julgo que quer dizer que nasceu o Menino.

- Mãe, ó mãe, achas que o Menino Jesus vai gostar?

- De certeza que vai gostar, e até é capaz de te trazer uma prenda.

 

2.º Andamento – Andante Patético alla breve

- Mãe, já escrevi ao Pai Natal!

- O que é que pediste?

- O que eu queria mesmo e pus em primeiro lugar foi uma consola, das últimas. A que eu tenho já não lê a maioria dos jogos novos. E depois um telemóvel. Os dos meus amigos na escola já são todos melhores do que o meu, tiram fotografias boas e filmam. Tens que me entregar a carta ao Pai Natal.

- Olha, pendura-a na árvore, que ele há-de passar a levá-la. O pai comprou este ano uma árvore grande, de plástico. Vai encher um canto da sala, quase ao tecto. Mais logo, passamos na loja do chinês, e trazemos uma caixa de lampadazinhas, daquelas que piscam, mais bolas coloridas de vários tamanhos, fitas prateadas e douradas. O pai depois ajuda a montar tudo e veremos se falta mais alguma coisa.

- E o que é que vamos cantar?

- Olha, temos uma gravação com o Jingle Bells, até dá para karaoke. E tu já começaste a aprender inglês.

- Mãe, achas que o Pai Natal me vai dar o que pedi?

- Não sei, filho, mas ele costuma dar as prendas aos meninos que se portam bem.

- …………….

- Mãe, ó mãe, e o Presépio?

 

               Évora, 21 de Dezembro de 2009

Artur Goulart

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 10:08





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Dezembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031