Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



RODRIGO RODRIGUES

Quinta-feira, 15.01.15

Rodrigo Rodrigues nasceu em Ponta Delgada, ilha de São Miguel. Após os estudos primários e secundários em Ponta Delgada e os estudos preparatórios para a Escola Naval em Lisboa, em 1896 ingressou na repartição de Finanças de Ponta Delgada, tendo sido seu diretor efetivo desde 1926 até à reforma, em 1943. Segundo o Dr. Côrtes-Rodrigues, Rodrigo Rodrigues: «situa-se na sua geração como figura que mais caracteristicamente a sintetiza, dentro da variedade de aspetos de que esta se aparenta».

Interessou-se pela Literatura, Astronomia, Matemática, Física e Filosofia. Tendo sido professor de várias destas disciplinas na Escola Normal Primária de Ponta Delgada. A sua paixão pela música levou-o a ser cofundador da Academia Musical de Ponta Delgada, em 1923. Foi um dos fundadores e principal colaborador da revista «Exoterismos». Colaborou no semanário «A Palavra», sob o heterónimo de Gaspar do Sol. Mas a sua principal tendência era a investigação. Com qualidades natas de paleógrafo investigou códices dos mais diversos cartórios e arquivos. No seu espólio encontra-se a maior parte da sua obra, ainda inédita: «Extratos dos livros da Misericórdia de Ponta Delgada»; «Cópia dos Registos Paroquiais de S. Miguel»; «A Toponímia de Ponta Delgada». É autor dos 14 cadernos de «Notas Históricas»; cópias integrais dos manuscritos, então inéditos, Espelho Cristalino, de frei Diogo das Chagas, a Fénix Angrense, do padre Maldonado e As Crónicas da Província de S. João Evangelista, de frei Agostinho de Mont?Alverne, que serviu para a publicação, pelo Instituto Cultural de Ponta Delgada, da sua edição, em 1986. Foi um dos promotores da comemoração do quinto centenário do nascimento de Gaspar Frutuoso (1922) e o principal responsável pela publicação dos 3 volumes do Livro IV das Saudades da Terra, relativo a São Miguel.

Foi sócio fundador do Instituto Cultural de Ponta Delgada; Sócio honorário do Instituto Histórico da Ilha Terceira; Sócio correspondente do Instituto Genealógico Brasileiro; Sócio honorário do Instituto Histórico e Genealógico de São Paulo (Brasil) e Membro da Associação de Arqueólogos Portugueses. Fez parte da «Comissão de Toponímia» da Câmara Municipal de Ponta Delgada e do «corpo da redacção do Anuário da Nobreza Portuguesa».

Obras Principais: Paul Verlaine, Semanário «Preto no Branco», Notícia Biográfica do Dr. Gaspar Frutuoso, Livro III das Saudades da Terr, A Ermida do Paço dos Donatários desta Ilha, em Ponta Delgada e a desaparecida Igreja de S. Mateus da mesma cidade, O Licenciado António de Frias e Rua de Sant?Ana, A Morgadinha de Cracas e o seu apressado casamento em 1767, O padre António Vieira em S. Miguel, Notas sobre Toponímia de Ponta Delgada, Equívocos que é conveniente desfazer, Equívocos que é conveniente esclarecer, Quem é Gaspar do Rego Baldaia, o remetente para Ponta Delgada do Alvará Régio que a fez cidade, em 1546, Domus Municipalis de Ponta Delgada, Insulana, A Família Marcondes do Brasil ? Suas ascendências em Portugal, Boletim do Instituto Histórico e Genealógico de São Paulo, O mais antigo documento escrito na ilha de S. Miguel, até agora conhecido, Escritura de venda feita  em Vila Franca do Campo a 20 de Junho de 1492 e Certidão passada em Londres pelo Embaixador António de Castilho, a 20 de Abril de 1582.

Em fase de publicação: Genealogias de S. Miguel e Santa Maria.

 

In Cultura Açores

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 10:45





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Janeiro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031