Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



MERENDA DE ABRIL

Quarta-feira, 15.04.15

Quem em Abril não merenda, ao cemitério se encomenda.”

Muitos e variados eram os provérbios utilizados, antigamente, com referência ao mês de abril. Talvez porque este fosse um dos mais interessantes meses do ano. Cuida-se que o nome abril derive da palavra latina aperire, um verbo que significa abrir. Na verdade este é o mês do início da primavera em que tudo na natureza se abre ou melhor refloresce. Mas também é neste mês que os campos são abertos, ou melhor, são cavados e lavrados para neles se colocarem variadas sementeiras. A maior e mais cansativa sementeira era a do milho que devia estar concluída nas primeiras semanas aguardando-se pela ocasião mais oportuna para se abrir o terreno, lavrá-lo e semeá-lo. Terras havia em que já era tempo de o sachar e mondar. Por isso o mês de abril é um mês de muitas lidas e canseiras e que exigia muito trabalho e grande esforço humano. Para isso era preciso força e, consequentemente ter uma boa e sólida alimentação. Esta será muito provavelmente a razão de ser deste adágio que, apesar da Fajã Grande não ser terra de lautas e frequentes merendas, ali era utilizado, como em muitas outras localidades, portuguesas, de onde terá sido trazido para os Açores, pelos primeiros povoadores.Pretendia-se alertar para a necessidade das pessoas estarem preparadas para os cansativos e pesados trabalhos agrícolas do quarto mês do ano.

Razão tinha Michelle Ramos quando escreveu: Trabalhar para comer e comer para trabalhar, a eterna filosofia da vida monótona que muitos possuem.

Na Fajã Grande, antigamente, muitos homens começavam a trabalhar de madrugada, antes do sol nascer, completamente em jejum, sem comer ou tomar uma boa tigela de café antes de suar as estopinhas. Quando se nega a energia do alimento ao nosso corpo, ele vai usando as suas reservas de gordura e, consequentemente, enfraquecendo. Isso para quem trabalhava de sol a sol, arduamente, a cavar, a sachar, a ceifar podia ser e era de facto muito prejudicial. Sem uma boa alimentação quem trabalha muito vai se sentir cansado e fraco. O trabalho não rende. Alem disso surgem as doenças, por vezes a morte prematura, como se pode depreender, consultando os registos de óbitos da Fajã, no final do século XIX. Os homens faleciam, regra geral, muito novos. Os trabalhos de abril exigiam, pois, uma sólida alimentação, incluindo uma boa merenda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 09:04





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Abril 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930