Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



À BEIRA MAR

Quarta-feira, 09.09.15

Sobre uma pedra negra, escurecida,

Sentei-me, atormentado, à beira-mar.

Meditando, procuro o dealbar,

O mistério e o enigma, duma vida.

 

Silêncio… Inconstante e adormecida,

Lá longe, muito longe, a vislumbrar,

Esquivando-se a meu dolente olhar,

A premência duma alma entontecida.

 

Quimeras de ilusões se me formaram,

Esperanças momentâneas me domaram.

Encharcadas de dor! Triste lamento…

 

Sentado, sobre a pedra, hesitante,

Eu idealizo em golpe crocitante,

Os restos de um amor. Santo tormento! 

 

F G, Agosto de 1966

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por picodavigia2 às 00:05





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Setembro 2015

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930