Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



SÃO MARTINHO

Segunda-feira, 09.12.13

No calendário litúrgico, o dia de São Martinho celebra-se a 11 de Novembro, data em que este Santo, falecido no ano de 397, foi a sepultar em Tours, na França. Em Portugal, este dia é bastante celebrado em todo o país, com destaque para cidade e o município de Penafiel, onde São Martinho se venera como seu patrono. A sua festa era de tão grande importância que este dia, antigamente, foi considerado de guarda e, além disso, era favorecida frequentemente pelos dias de bom tempo que o antecediam, conhecidos como o “verão de S. Martinho”. Mas em Portugal, o dia de S. Martinho não é celebrado apenas a nível litúrgico e religioso, pois a ele se prendem lendas e tradições que recordam o espírito de solidariedade do Santo, nomeadamente naquela célebre lenda em que partilhou a sua capa com um mendigo. Conta a lenda que certo dia um mendigo que tiritava de frio à beira do caminho, ao ver passar Martinho, nessa altura soldado do exército romano, pediu-lhe esmola e, como não tinha nada que lhe desse, pegou na espada e cortou seu próprio manto, dando metade ao pedinte. Na noite seguinte apareceu-lhe em sonho o próprio Jesus, o qual usando o pedaço da capa que dera ao mendigo e agradeceu a Martinho por tê-lo aquecido no frio. Dessa noite em diante, ele decidiu que deixaria as fileiras militares para dedicar-se à religião.

A este dia, ligam-se tradições e costumes milenários, alguns dos quais chegaram aos nossos dias e ainda hoje se mantêm bem vivos, como a festa do Magusto e o assar das castanhas e o de provar o vinho. São Martinho é também o santo patrono dos alfaiates, dos cavaleiros, dos pedintes, da restauração, dos hotéis e pensões, dos produtores de vinho e dos alcoólicos reformados, dos soldados, dos cavalos, dos gansos, e orago de uma série infindável de localidades de Norte a Sul de Portugal Continental. Nos Açores nenhuma freguesia tem o seu nome ou orago, enquanto na Madeira existe uma e no continente trinta e uma.

Na Fajã Grande este dia nunca foi muito celebrado nem o santo muito festejado, pois dele nem havia imagem na igreja paroquial e, além disso e sob o ponto de vista profano, havia poucas castanhas e o vinho rareava e nem sequer existiam adegas, pelo que era impossível dar cumprimento quer à realização de magustos quer ao cumprimento do mais conhecido de todos os provérbios relacionados com este dia: “Pelo São Martinho, vai à adega e prova o teu vinho”.

 

Texto publicado no Pico da Vigia, na curiosa data de 11/11/11

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por picodavigia2 às 11:24





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031