Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O MELHOR DA FESTA

Domingo, 15.12.13

“O melhor da festa é esperar por ela.”

Mais um douto adágio retirado da sabedoria popular fajãgrandense, por altura dos anos cinquenta, em que era bastante utilizado, sendo, no entanto, mais aplicado no sentido figurado do que no real. Este provérbio servia para lembrar às pessoas que quando desejamos muito alguma coisa, o nosso maior enlevo e dedicação é precisamente antes de a possuir, ou seja, enquanto esperamos por algo de que gostamos muito ou que é bom para nós é que nos deleitamos e entramos em êxtase. Assim que possuímos ou atingimos o que tanto se desejava ou a partir do momento em que passámos a ter o objecto do nosso desejo, a concretização de algo que queremos ardentemente, desde que isso mesmo passe a fazer parte do nosso quotidiano, o interesse e o empolgamento iniciais, normalmente, começam a diluir-se e a decrescer, sendo até que, por vezes num espaço de tempo não muito longo, se esvaem quase por completo, chegando mesmo a aniquilarem-se ou a desaparecerem. Este comportamento verificava-se sobretudo entre as crianças, a quem mais se aplicava o adágio no sentido real. De facto estas, ao saberem que iriam ter um determinado brinquedo ou outra coisa qualquer que desejavam ardentemente, aguardavam a sua chegada com um querer muito intenso, com uma vontade muito alegre, como se de um sonho maravilhoso se tratasse. Porém, algum tempo depois de possuírem aquele brinquedo com que tanto sonharam, já pouco por ele se interessavam. Algo de semelhante se passava com a magia da chegada do Natal, que por estas alturas se celebrava na Fajã Grande, embora de forma e com matizes muito diferentes do actual.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 14:52





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031