Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



CERVEJA

Sexta-feira, 14.06.13

A cerveja é um produto natural produzido a partir da cevada, do malte e do lúpulo, a que se acrescenta levedura fermentado. Sob a forma de líquido a cerveja apresenta-se com um colorido brilhante, louro, muito atraente à vista e, sobretudo, ao paladar, tornando-se muita apetecida e desejada, sobretudo numa esplanada, em noites de estio. É uma das bebidas, actualmente, mais consumida, sendo a sua deglutição, por vezes, realizado de maneira excessiva.

A cerveja, por um lado, é uma importante fonte de várias vitaminas, sendo, também rica em flavonóides. Alguns estudos verificaram que o consumo moderado de cerveja, em associação a uma dieta rica em peixes, azeite extra virgem, frutas e vegetais, pode ser benéfico na redução do colesterol e triglicéridos. Mas por outro lado, o consumo de cerveja pode, também, ser malévolo, porquanto apresenta os mesmos antioxidantes encontrados no vinho tinto. Para os doentes que sofrem de insuficiência renal, o consumo da cerveja está radicalmente proibido.

Mas há quem acredite que beber cerveja pode auxiliar o sistema imunológico. Este benefício pode até ser conferido pela presença das vitaminas e minerais em que é rica, porém, há, em contrapartida, neste precioso e atraente líquido, a presença de álcool que prejudica o sistema imunológico, além de aumentar a excreção destes nutrientes, o que faz com que este possível efeito seja neutralizado. Outro factor maléfico é que a cerveja possui leveduras que podem competir com bactérias benéficas existentes no nosso intestino, causando desequilíbrios e doenças intestinais. Como o intestino é o principal órgão que produz as células do nosso sistema de defesa, um intestino íntegro e bem cuidado é fundamental para o sistema imunológico, além disso, o álcool, por si só, pode ser um agressor contra a parede do intestino, prejudicando o funcionamento deste órgão.

Sendo assim, os malefícios, para o nosso organismo, resultantes de um consumo de cerveja, sobretudo se exagerado, parecem ser superiores aos seus possíveis benefícios, o que indica que o mesmo deve ser realizado com muita moderação. Por isso mesmo, para as pessoas saudáveis, há que reduzir e moderar o consumo do precioso líquido. Mas em se tratando de doentes, de modo especial os que, como eu, sofrem de insuficiência renal, devem abster-se, radicalmente, do consumo da refrescante, apetitosa e consoladora lourinha – a cerveja, mesmo que seja sob a forma disfarçada e um “panagé”.

Custa, sobretudo no Verão, quando fustigados pelo calor e pela sede… Mas terá que ser assim, procurando-se outras alternativas saudáveis.

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por picodavigia2 às 18:07





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Junho 2013

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30