Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



CONSERVAS EM AZEITE OU ÓLEO

Quinta-feira, 06.06.13

Os médicos e os nutricionistas alertam os portadores de insuficiência renal, a fim de evitarem, em absoluto, o consumo das agradáveis e apetitosas conservas, tradicionalmente, guardadas dentro de latas, em azeite ou óleo, assim como o uso de sal em excesso

A época do Verão é uma altura em que as pessoas em geral, e os portadores de insuficiência renal não fogem à regra, têm mais tendência para os excessos pantagruélicos, pautando, geralmente, a sua alimentação por uma espécie de desequilíbrio institucionalizado, resultante das idas à praia, passeios pelo campo ou pela beira-mar, quer abusando do consumo de mariscos e churrascos, compostos por carne ou peixe, mas repletos de sal, quer optando por refeições mais ligeiras, onde imperam a conserva e os enlatados. Além disso, nestas refeições rareiam os legumes, e nas sobremesas que se lhes seguem, imperam os gelados, em prol da fruta.

Neste contexto é imperioso alertar os doentes com insuficiência renal crónica para a necessidade de terem cuidados especiais com este tipo de alimentação, devendo mesmo bani-lo por completo, dos seus cardápios diários.

Sabe-se que um maior consumo de sal pode prejudicar a saúde do sistema cardiovascular, aumentar a tensão arterial e, consequentemente, afectar os rins e, por isso, a escolha da dieta deve ser sempre feita de uma forma individualizada. A perda da funcionalidade dos rins faz, também, com que o potássio se acumule no sangue e, quando os níveis deste ficam muito altos, o doente pode sentir debilidade muscular, tremores e fadiga, podendo, até, correr risco de vida. Daí necessidade de uma alimentação saudável e regrada, onde não entre a apetecível e saborosa conserva em azeite ou óleo, mesmo se originária dos mares açorianos ou confeccionada em quer terras amarantinas e do interior quer nas fábricas da beira-mar continental.

Contrariamente a conserva ao natural, apesar de menos gostosa, é aconselhável, porquanto o peixe, nela contido, mantém as características do produto alimentar fresco que a originou, que foi esterilizado e metido em latas ou frascos devidamente esterilizadas, conservada na sua própria água e fechado, na lata, de modo hermético e com validade inscrita de vários anos.

Aconselha-se pois, aos doentes portadores de insuficiência renal a abstenção de todo o tipo de conservas em óleo ou azeite, embora muito saborosas e apetitosas, e a sua substituição por conserva natural, hoje disponível em todos os supermercados, na região do Vale do Sousa, incluindo Paredes e, sobretudo, Amarante, onde abundam conservas disfarçadas em doces compotas de frutas variadas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por picodavigia2 às 13:49





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2013

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30