Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



DIÁLOGO SIMPLES

Segunda-feira, 02.09.13

- Gostas de andar na escola?

- Gosto sim senhor, gosto muito e venho, sempre muito bem-disposta, para a escola.

- De que gostas mais, na escola?

- Dos professores de Português, Matemática e Área Projecto.

- Porque gostas desses professores?

- Tenho que gostar deles, se não eles não gostam de mim.

- E dos teus colegas, gostas de todos?

- Sim, gosto de todos?

- E o que gostas mais de fazer com eles?

- Brincar, gosto de brincar com eles todos

- Mas não há assim alguém com quem gostes mais de brincar?

- Brinco com a Raquel e a Diana.

- E com os meninos?

- Só com o meu irmão.

- Então o teu irmão é teu amigo?

- É, muito.

- Se tu fosses professora, que disciplina gostarias de ensinar?

- Português.

- Por quê?

- Porque acho que Português é mais… Português dá para fazer coisas mais divertidas.

- O quê? A aula de Português é divertida para ti?

- Então aquele jogo de eu ler mais o Emanuel e a Diana não foi fixe?!

- Claro que foi! E quando fores grande, o que queres, realmente, ser.

- Bombeira da ambulância.

- Bombeira para quê?

- Para apagar os fogos.

- Então achas que os incêndios são maus?

- São, são maus, muito maus.

- E trabalhas em casa, ajudas a arrumar a casa?

- Ajudo a minha tia a lavar a loiça. A sua filha também não o ajuda a lavar a loiça?

- Claro que ajuda. Mas tu conheces a minha filha?

- Claro, aquela menina que nos vem ajudar nas aulas.

- Mas aquela menina que nos vem ajudar nas aulas não é minha filha, é uma senhora professora.

- Mas ela é muito parecida consigo.

- Achas? Mas não é minha filha. E estudar, estudas?

- Não, porque não tenho livros.

- Ui! Não tens livros?

- Não. Você podia arranjar-me um livro de Português. Agora apetece-me ter um.

- Mas a tua tia, no início do ano, não te comprou nenhum livro?

- Não. O setor disse que não era preciso porque eu tenho muitas dificuldades em aprender.

- Então como é que tu estudas sem livros?

- Eu não estudo porque tenho muitas dificuldades em aprender. O Emanuel, o meu irmão, é que tem sorte.

- Tem sorte por quê?

- Pois é. Ele foi num passeio ao Porto e eu não.

- Ele foi ao Porto? Com quem?

- Com a minha tia. E faltou às aulas. Já disse ao Director de Turma.

- E achas bem faltar às aulas?

- Faltar por faltar não. Ele faltou porque tinha que ir. Você escreve muito. Dava para ser escritor.

- Escrevo o que me estás a dizer. E tu, gostas de escrever?

- Gosto.

- Já escreveste alguma história?

- Ainda não li nenhuma história linda, de que gostasse.

- E escrever? Já escreveste alguma?

- Ainda não. Na 1ª classe escrevia muito. Isto é uma história?

- É! Ora lê o título.

- Na-drei-a e a bo-ta dos sete an-da-res.

- Sim senhora! Leste bem. Gostavas de ler essa história?

- Gostava! Gosto de ler histórias.

- Mas agora não vais ler. Vamos acabar esta conversa.

- Oh! Setor deixe-me ler. Quero ler esta historinha…

- Queres ler a história ou conversar comigo?

- Eu leio isto rápido.

- Mas não gostas de conversar?

- Gosto.

- Sobre o quê?

- Sobre a vida.

- Gostas de saber a vida dos outros?

- Gosto.

- Então o que gostavas de saber sobre mim?

- Se você já foi carteiro.

- Eu carteiro? Não. Por que me perguntas isso? Tenho cara de carteiro?

- É que os carteiros trazem coisas.

- E eu trouxe-te alguma coisa?

- No Natal quero que você seja o Pai Natal.

- Vamos lá a ver se consigo. Gostas do Natal.

- Gosto.

- O que se come de especial na ceia de Natal?

- Ai! Ai! Batatas cozidas. Ai! Ai! Delícia!

- E doces?

- Chocolates.

- E rabanadas?

- Também.

- E prendas. Sabes que prendas vais ter, este Natal?

- Vou ter uma boneca.

- Uma boneca! Que bom! Gostas de brincar com bonecas?

- Gosto, às vezes.

- E de viver em Paredes? Gostas de viver em Paredes?

- Gosto.

- Mas antes vivias no Porto?

- Vivia.

- Ainda te lembras com quem vivias?

- Sim. Com a minha mãe.

- E onde está a tua mãe?

- Está no Porto. Agora quero é ler.

- Vais ler logo. Agora vamos conversar mais um pouco. Disseste que gostavas de conversar.

- E gosto Mas tem aqui histórias lindas.

- Queres ir para a aula ou ficar aqui a conversar?

- Quero conversar.

- Então diz-me lá: vês Televisão?

- Vejo.

- Que gostas de ver?

- “Morangos com Açúcar”.

- E Desenhos Animados? Não gostas?

- Gosto.

- E notícias?

- Gosto. As notícias são o mais importante.

- Por quê?

- Porque traz notícias para nós e pronto.

- Gostavas de ir a um programa de Televisão?

- Gostava.

- Com quem irias falar?

- Com o Jorge Gabriel e com aquele o Rocha, o Luís Rocha.

- Se lá fosses o que ias dizer?

- Dizia que queria voltar para casa.

- Para qual?

- Para a do Porto.

- Para a da tua mãe?

- Sim, mas que me dessem condições. Aquilo não tem condições.

- E a tua mãe mora lá, sem condições, sozinha?

- Mora. O meu vizinho já pôs a casa a arder.

- Então ele é louco?

- É, pôs a casa a arder.

- Mas agora, em Paredes, tens uma casa, onde morar.

- Moro com a minha tia. Fico por aqui, professor. Já estou cansada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por picodavigia2 às 11:40





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930