Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A ILHA MONTANHA

Quinta-feira, 11.10.18

 

 

No magro chão de lava há perfume   

E o fluxo das marés sabe a frescura.

O Pico é um retalho de verdura

Do sopé da montanha até ao cume.

 

E se as fontes andejam de secura

Ou se o chão treme e arde em cruel lume

- Dias de terror, laivos de negrume -

O mar se abre logo. - Tanta fartura!

 

Zonzos, os currais negros dos vinhedos

Transformam tanta lava em doce mosto!

Trabalhos tão sofridos são folguedos…

 

E nesta ilha de safra compelida,

Até festas e folgas, em Agosto,

Joeiram o chão seco, dão-lhe vida!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 00:05





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Outubro 2018

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031