Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A VELHA DAS LAJES

Quinta-feira, 31.07.14

Antigamente vivia nas Lajes uma mulher já de avançada idade, muito pobre e ranzelona. Além disso era um pouco desmiolada e, como não tinha familiares próximos, passava grande parte dos seus dias a arrastar-se pelas ruas, ou a sentar-se nas soleiras das portas, nas banquetas das praças, a falar com uns e com outros e a pedir alguma comida, pois nada tinha de seu.

Os rapazes, ávidos de se divertirem com o farrobodó que a velha fazia quando se metiam com ela, sempre que a encontravam pregavam-lhe partidas, levantavam-lhe a orla do saiote e chamavam-lhe nomes. A velha retorquia com maus modos, zangas, pregações e azedumes, ameaçando-os que deles havia de fazer queixa ao regedor. E quanto mais os rapazes se empolgavam em atrevimentos e provocações mais a velha ranzelava e se embravecia. Mas verdade é que, quando os não encontrava, com a sua voz ligeiramente mafiosa, perguntava a todos quantos com ela se cruzavam:

- Tu vite ui monces? Tu vite ui monces?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 15:25





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog