Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



ALEA IACTA EST

Sexta-feira, 15.08.14

Inicia-se hoje o 81º Campeonato Nacional de Futebol, no qual, ao longo dos anos em que se disputou, já participaram 70 clubes portugueses. Destes uns são habitués, outros participaram com alguma frequência, outros, de vez em quando e alguns apenas uma vez. Actualmente designado por Primeira Liga, esta prova é a mais alta competição do sistema de ligas de futebol de Portugal, sendo o seu actual campeão, o Benfica, o clube, até ao presente, com mais vitórias, uma vez que conquistou 33 dos 81 campeonatos disputados, seguindo.se o Porto com 27 e o Sporting com 18. Apenas outros dois clubes venceram este campeonato e, apenas, por uma vez cada: o Belenenses e o Boavista.

Esta época não se verifica nenhuma estreia mas acontecem dois regressos importantes: o Boavista e o Penafiel.

Aparentemente e como desde há alguns anos, o campeonato parece virado a norte e ao litoral, centrando-se nos três grandes, supostamente os três crónicos candidatos ao título que, como os reis da Babilónia, são apenas um. “Os três candidatos ao título são o Porto.”

São os seguintes os dezoito clubes participantes:

Boavista - Saído da Primeira Liga, sem honra nem glória, regressa poucos anos depois, por via de um processo administrativo que se pode revelar prematuro. O Boavista conta com o treinador de Petit, com os jogadores Bobó, Beckeles e o veterano Fary, a completar 40 anos, um relvado sintético e meia dúzia de jogadores com experiência na divisão maior. Esta é a sua 52ª participação nesta prova

Penafiel – Com Rabiola e Mbala, sendo treinado por Ricardo Chéu, que com apenas 33 anos é o mais novo da Liga e que se destacou na época passada no Académico de Viseu, o Penafiel vai competir pela 13ª vez na 1ª divisão, tendo como objectivo principal a manutenção, tentando ultrapassar a sua melhor classificação de sempre. o 10º lugar. É a equipa mais nacional da prova. Aguarda a contratação do guarda-redes do Irão, que brilhou no Mundial, comandado por Carlos Queirós.

Moreirense – Foi o campeão da II Divisão e participa pela 5ª vez, tendo como objectivo tentar fugir à fatalidade de voltar a ser despromovido, como nas últimas duas presenças. Destacam-se os jogadores Ramón Cardoz, Edivaldo Bolívia e Anilton, sendo o treinador Miguel Leal que na época passada treinou o Penafiel. Alguns reforços estão a ser introduzidos no onze, com o objectivo de garantir mais qualidade e maior experiência.

Paços de Ferreira – Passando do céu ao inferno nas duas épocas anteriores, O Paços acabou por confirmar, depois de disputar uma liguilha, a sua 17ª presença na 1 , sob o comando do regressado Paulo Fonseca, também ele à procura de equilibrar a sua carreira, depois do fracasso no FCP Destaque para os jogadores Paolo Hurtado e Valkenedy.

Belenenses - Um dos clássicos do futebol português, confirmou a 73ª presença na prova que venceu em 1945/46. O objectivo é sobreviver entre os grandes, sob o comando de Vidigal, pelos vistos com dificuldades em obter um grupo que lhe dê garantias de permanência. Jogadores em destaque Miguel Rosa e Abel Camará.

Gil Vicente – Na sua 18ª  presença na 1ª divisão o clube de Barcelos pretende aproveitar os "restos" dos 3 grandes e uma boa relação com o vizinho Braga. Destacam-se ss jogadores Gladstone, César Peixoto e Marwan, mantendo-se o treinador João de Deus no comando da equipa, que pretende ter melhor performance doque a segunda volta da época passada.

Arouca – Foi estreante na prova há um ano conseguindo um interessante 12º lugar, pelo que apostou na continuidade de Pedro Emanuel, como treinador, mantendo um núcleo importante de jogadores. O objectivo principal é o de tentar consolidar a sua presença entre os maiores e para isso conta com alguns valores como David Simão e Goicoechea.

Rio Ave – Ufana-se o clube de Vila do Conde por viver o melhor período da sua história, uma vez que chegaram às finais da Taça de Portugal, da Taça da Liga e da Supertaça, tendo, já esta época, obtido um excelente resultado a nível europeu, eliminando da Liga Europa o Gotemburgo. Com um novo treinador, Pedro Martins vindo do Marítimo, destacam-se os jogadores Tarantini e Marvin Zeegelaar. A nível interno, nesta sua 21ª presença no campeonato maior, o objectivo principal parece ser ultrapassar a melhor classificação de sempre, ou seja o 5º lugar alcançado em 1981/82.

Vitória de Guimarães – Depois do Benfica, Sporting, Porto e Belenenses, o Guimarães é o clube com mais presenças na Primeira Divisão, atingindo, este ano a 70ª. Rui Vitória mantém-se há quatro anos como treinador do clube que tem como objectivo conquistar um lugar europeu, apostando em jogadores como Bernard e Douglas,

Braga - O clube que, nos últimos tempos, mais se aproximou dos três grandes, teve uma época decepcionante. Agora, ao participar pela 59ª vez na 1^Divisã, sob o comando de Sérgio Conceição, tenta voltar à ribalta, lutando pelos lugares cimeiros da tabela. A ajudar os jogadores Rafa e Wallace, entre outros.

Académica - Em Coimbra, a época transacta foi tranquila, longe da despromoção e muito perto dos lugares europeus. Naturalmente que, com 63 presenças na 1ª divisão, a Académica quer repetir, com Paulo Sérgio no comando, no mínimo o mesmo lugar da época transacta, espreitando a conquista de um lugar europeu, com jogadores como Rui Pedro e Olascuaga.

Vitória de Setúbal – Neste clube que participa pela 67º vez na 1ª divisão, o objectivo é manter o excelente 7º lugar alcançado por José Couceiro, na época anterior. Agora orientado por Domingos Paciência, a equipa sadina tenta relançar-se na saga da Europa, para o que conta, entre muitos outros jogadores com Zequinha e Lukas Raeder.

Marítimo – Nesta sua 35ª na 1ª liga, apadrinha o Porto na jornada inaugural e, muito naturalmente, tem como objectivo principal a conquista de um lugar europeu. Com o adjunto de Paulo Bento na Selecção, Leonel Pontes o Marítimo pretende o acesso aos lugares europeus, contando com um leque de jogadores de boa qualidade, com destaque para Danilo Pereira e Edgar Costa

Nacional - Mantendo Manuel Machado no comando do team, o objectivo é continuar a  crescer e aproximar-se, cada vez mais dos grandes, o que passa pela obtenção, novamente de um lugar na liga europa, ou na champions. O clube que inicia a sua 15ª

Presença na 1ª liga e que na época passada se classificou em 5º lugar com apuramento para a Liga Europa, pretende fazer melhor. Para isso conta com um excelente plantel onde se destacam Mário Rondon e Marco Matias.

 

Estoril - O Estoril, nos últimos anos, arquitectou e construiu um interessante e surpreendente projecto no futebol português. Os resultados não se fizeram esperar e o clube tem, não só, mantido uma a alta qualidade de futebol, mas também obtendo excelentes resultados, conquistando, na época passada, o 4º lugar do campeonato por dois anos seguidos. José Couceiro, ao iniciar a 23ª presença do Estoril na 1ª Divisão Nacional, é o novo treinador, tendo, com a colaboração de jogadores como Kuca e Sebá, como objectivo o desafio de, no mínimo, manter os resultados anteriores.

Porto - Depois de uma época desastrosa o Porto apostou tudo, transformando-se numa espécie de selecção B da Espanha. Lopetegui é o treinador também ele espanhol e que já foi contratar mais de meia equipa a Espanha. Alguns de qualidade comprovada como Jackson Martinez, outros por confirmar como Casemiro. Porto, Sporting e Benfica fizeram o pleno, no que a presenças no campeonato da 1ª Divisão diz respeito.

Sporting - O Sporting completou uma época excelente garantindo o 2º lugar que lhe abre a porta da Champions. Marco Silva vai tentar dar continuação ao competente trabalho do seu antecessor. Procurando manter a base da equipa enquanto procura reforços que façam a diferença, o Sporting parecia determinado a entrar forte na nova época, com um lote valioso de jogadores onde se destacam William Carvalho e Paulo Oliveira.

Benfica – O objectivo principal do clube da luz parece ser o de ganhar dois campeonatos seguidos, tarefa que se avizinha difícil para Jorge Jesus, que viu grande parte dos jogadores que mais se destacaram na equipa da época transacta. Na condição de Campeão Nacional e mantendo a dinâmica de jogo o Benfica terá de ser considerado candidato ao título. Para isso mantém ainda alguns nomes sonantes como Enzo Perez e Bebé.

Alea iacta est. Os dados estão lançados. Vamos à peleja.

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por picodavigia2 às 18:56





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Agosto 2014

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31