Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



AS SNAIPAS

Domingo, 12.10.14

Na Fajã Grande, na década de cinquenta, era costume perguntar-se aos outros, sobretudo aos mais tontos e mais distraídos, se iam às snaipas. As snaipas, pura e simplesmente, não eram coisa nenhuma, nem sequer existiam. Era, no entanto, um costume muito frequente, mandar alguém às snaipas. O objetivo era o de confundir o interlocutor, sobretudo se fosse ingénuo. Na Fajã Grande e na ilha das Flores, “Ir às snaipas“ era de alguma forma o equivalente à expressão continental “Ir aos gambozinos”.

Esta palavra, muito provavelmente, terá a sua origem no inglês snipe, espécie de ave com características muito específicas, entre as quais a dificuldade em se deixar caçar, por quanto possui nas suas penas uma camuflagem que lhe permite passar despercebido aos caçadores, nas regiões pantanosas onde têm o seu habitat. Mesmo quando voa, os caçadores têm dificuldade em acertar-lhe. As dificuldades na caça do snipe deram origem uma frase que sugere uma missão de tolos, ou uma tarefa impossível: “Going on a snipe hunt".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 22:20





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Outubro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031