Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BORDÃO DE SÃO JOSÉ

Domingo, 19.01.14

Açucena:

quando te via,

prisioneira,

nas mãos calejadas do carpinteiro José,

galvanizava-me de ternura

e imaginava-te

como se fosses minha.

 

Depois,

embora tímido,

aproximava-me do altar.

onde estava a imagem

e tocava-te

com a ponta dos dedos.

Sentia, então, o teu perfume,

como se fosses um hino de glória,

comungava a tua suavidade,

como se fosse um cântico de louvor,

apreciava a tua frescura

como se fosse um salmo profético.

 

Eras

branca como a neve,

pulcra como o jasmim

e límpida como as madrugadas de Agosto.

 

Açucena branca… Bordão de São José!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por picodavigia2 às 00:48





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031