Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



ENGANOS DE UM DE ABRIL

Quarta-feira, 02.04.14

Ontem, dia um de Abril, dia de enganos ou “dia de mentiras” como se dizia antigamente, foi publicado aqui, no Pico da Vigia, uma notícia, intitulada “Fábrica de Sumos e Enlatados de Fruta Vai Ser Construída em São Caetano do Pico”. Tratou-se, obviamente, de uma brincadeira de “dia de mentiras” que também foi publicada na minha página do Facebook. De realçar a excelente colaboração do António Arruda com um belíssimo comentário que veio enriquecer e tornar mais interessante a brincadeira. Pena que os restantes dias, eivados de tão más notícias, não fossem elas de enganos, e esta fosse realmente uma notícia verdadeira. Seria excelente para o Pico.

Já o ano passado, na mesma data e com os mesmos objectivos, “Pico da Vigia” colaborou na celebração deste dia, se assim se pode dizer, com a publicação da notícia “A Fajã Grande das Flores Elevada a Vila e Sede de Concelho”, brincadeira que também provocou algum interesse.

A proclamação do dia um de Abril como dia do engano parece ser uma prática celebrada pela totalidade de povos do mundo que dedicam este dia a festas e celebrações em homenagem à “transgressão” e à “subversão” que visam, sobretudo, valores e hierarquias. Na maioria dos países da Europa, este dia celebra-se, por tradição, no dia um de Abril. Assim acontece em Portugal, Espanha, Irlanda, a Escócia, País de Gales, a Alemanha e também no Brasil, onde se faz do mesmo uma jornada em que não apenas se anunciam mentiras como também se pregam partidas. Há países que celebram este dia a 28 de Dezembro.

Existem muitas explicações para que o dia 1 de Abril se tenha transformado no “Dia do Engano”. Segundo uma delas, esta brincadeira surgiu, pela primeira vez, em França, no começo do século XVI, altura em que o Ano Novo era festejado no dia 25 de Março, data que marcava a chegada da Primavera, cujas festas duravam uma semana, terminando no dia 1 de Abril. Segundo dados históricos, em 1564, com a adopção do calendário gregoriano, o rei Carlos IX de França determinou que o Ano Novo deixasse de ser comemorado naquela data, passando a sê-lo, no dia 1 de Janeiro. Muitos franceses rejeitaram esta mudança e continuaram a seguir o calendário antigo, celebrando o início do ano de 25 a 1 de Abril. Os que haviam sido fiéis às novas alterações passaram, então, a ridicularizá-los, a enviar-lhes presentes esquisitos e convites falsos para festas que não existiam. Essas brincadeiras ficaram conhecidas pelas “plaisanteries”. Quase 200 anos depois, o hábito de fazer brincadeiras neste dia alcançou a Inglaterra e, rapidamente, se espalhou pela maioria dos países do mundo. Nos países de língua inglesa, o dia da mentira costuma ser conhecido como “April Fool's Day” ou “Dia dos Tolos”, e em Itália esse dia é chamado Pesce d'Aprile” ou "Peixe de Abril". Até hoje muitas organizações de média, revistas, jornais, canais televisivos, etc, têm propagado falsas notícias no Dia das Mentiras. Mesmo as agências de notícias mais conceituadas consideram o Dia das Mentiras uma brincadeira normal e uma tradição anual, que respeitam. A Internet, como não podia deixar de ser, um dos mais excelsos meios de comunicação mundial, serviu para facilitar o trabalho dos “fanáticos” destas brincadeiras. Algumas das mais famosas mentiras, divulgadas neste dia, foram as seguintes:               

ü  Em 1957, a BBC emitiu uma peça jornalística sobre a plantação de uma árvore de esparguete, na Suíça. Um vídeo mostrava fazendeiros suíços a carregar sacos de esparguete.

ü  Em 1962, quando ainda não havia TV a cores, um técnico do único canal sueco anunciou que uma meia-calça de nylon cobrindo as telas dos aparelhos de televisão, permitiria que o sinal da TV passasse para o modo ‘colorido’.

ü  Em 1992, a Rádio Pública Nacional dos Estados Unidos anunciou que o ex-presidente Richard Nixon voltaria a se candidatar à Presidência, com o slogan “Eu não fiz nada de errado e não farei novamente”.

ü  Em 1976, Patrick Moore, astrónomo, anunciou que um alinhamento gravitacional entre Plutão e Júpiter às 9h47, reduziria a gravidade terrestre, permitindo que o planeta Terra passasse a flutuar.

ü  Em 1998, a rede de restaurantes fast-food Burger King publicou um anúncio a promover um novo “hambúrguer para canhotos”.

ü  Em 2005, o Google cria uma página sobre uma bebida sua.

ü  Em 2008, a Wikipédia anuncia que apagará todas as imagens da Wikipédia lusófona por problemas de Copyright.

ü  Em 2009, o site inglês “F1live” lança a notícia de que Lewis Hamilton teria trocado a McLaren pela Brawn.

ü  Em 2010, o blog Bizarrices Automotivas é retirado do ar sem qualquer aviso, aparentando ter sido apagado.

ü  Em 2011, o diário britânico The Independent anunciou que Portugal havia vendido Cristiano Ronaldo à Espanha por 160 milhões de euros.

ü  Em 2012, o blog Pico da Vigia anuncia que a freguesia da Fajã Grande, na ilha das Flores, tinha sido elevada a vila e a sede de concelho.

ü  Em 2013 o mesmo blog anuncia a construção de uma fábrica de sumos e enlatados de fruta em São Caetano, na ilha do Pico.

 

NB – Texto publicado no Pico da Vigia, em 1 de Abrilde 2013

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 15:33





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2014

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930