Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



ENTARDECER

Domingo, 28.06.15

 

A tarde amortecida se espraiava

Sobre os casais, sombrios, desolados.

E os montes inquietos, desprezados

Na dolência do Sol que se finava.

 

No silêncio das águas derramava

Matizes de um azul, acrisolado.

Sobre o cais um destino malogrado

Que o choro das gaivotas derramava.

 

Nas pedras estagnadas, bem se lia

A tristeza de uma noite a despontar

O cansaço de um dia a terminar.

 

Só eu aquela tarde não sentia…

E assim permaneci, desiludido,

Alheio à natureza, embevecido.

 

Angra 28 de Junho de 1966

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por picodavigia2 às 00:07





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Junho 2015

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930