Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



FRANCISCO VIEIRA GOULART

Terça-feira, 20.01.15

Francisco Vieira Goulart nasceu na Horta, a 8 de Março de.1758 e faleceu no Rio de Janeiro, em 1830. Estudou na então vila da Horta e foi destinado pelo pai à vida eclesiástica. Partiu para Coimbra onde se doutorou em Filosofia viajando de seguida pelas cidades da Europa. Regressou ao Faial em 1807, a convite do juiz de fora Joaquim Gaspar de Almeida Cândido. Elaborou com ele uma memória sobre o Faial com especial destaque para a agricultura.

Aberto concurso para a vigararia da matriz hortense apresentou-se a concurso, mas o bispo opôs-se a que fosse provido, alegando incompetência para o cargo por ser surdo. Contudo, sempre se suspeitou que a verdadeira causa eram os ideais liberais do concorrente. Desgostoso, emigrou para o Rio de Janeiro onde foi bem recebido por D. João VI que o nomeou chantre da Sé de Angra, o encarregou da direcção do Jardim Botânico e do Laboratório Químico da Corte e o fez fidalgo capelão. Foi ainda sócio correspondente da Real Academia das Ciências de Lisboa.

Poeta neoclássico, da sua poesia só se salvaram poucas composições por terem sido publicadas postumamente no jornal O Grémio Literário, da Horta. Foi também tradutor.

Obras poéticas: Poesia Completa «Antigualhas» In Boletim do Núcleo Cultural da Horta, e «Memória sobre a construção de nitreiras».

 

Dados retirados do CCA – Cultura Açores

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 10:14





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Janeiro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031