Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



FREI JOÃO SEM CUIDADOS

Domingo, 27.07.14

Era uma vez um rei que ouvira, muitas vezes, falar em Frei João Sem-Cuidados como o único homem do seu reino que não se afligia com coisa nenhuma deste mundo. E isso provocava-lhe uma certa inveja:

- Deixa estar, que eu hei-de meter-te em trabalhos — pensou o rei para consigo.

Certo dia, mandou-o chamar à sua presença e disse-lhe:

- Vou dar-te uma adivinha e, se dentro de três dias, não me souberes responder, mando-te matar. Quero que me digas: 1.º Quanto pesa a lua? 2.º Quanta água tem o mar? 3.º Que é que eu penso?

Frei João Sem-Cuidados saiu do palácio bastante atrapalhado, pensando nas respostas que havia de dar a cada uma daquelas perguntas.

Um velho moleiro que o conhecia, pois era a ele que Frei João ia levar a sua farinha pata lh’a moer, encontrou-o no caminho e estranhou ver o frade tão macambúzio e de cabeça baixa.

- Olá, Senhor Frei João Sem-Cuidados, então porque é que está tão triste?

- Nem queira saber, Senhor Moleiro! É que o rei mandou-me chamar e disse-me que me mandava matar se, dentro de três dias, não lhe respondesse a estas três perguntas: quanto pesa a lua, quanta água tem o mar e em que é que ele pensa!

O moleiro desatou a rir e disse-lhe que não tivesse cuidado nem se preocupasse, que lhe emprestasse o hábito de frade, que ele iria disfarçado e havia de dar boas respostas ao rei.

Passados três dias, o moleiro, vestido de frade, foi pedir audiência ao rei. Este perguntou-lhe:

- Então quanto pesa a lua?

- Saberá Vossa Majestade que não pode pesar mais do que um arrátel, pois todos dizem que ela tem quatro quartos.

- É verdade. E agora: quanta água tem o mar?

- Isso é muito fácil de saber. Mas como Vossa Majestade só quer saber a quantidade de água do mar, é preciso primeiro mandar tapar todos os rios que nele desaguam, porque sem isso nada feito.

O rei achou bem respondido, mas, zangado de ver Frei João Sem-Cuidados a escapar-se às dificuldades, tornou:

- Agora, se não souberes que é que eu penso, mando-te matar!

O moleiro respondeu:

- Ora, Vossa Majestade pensa que está a falar com Frei João Sem-Cuidados e está mas é a conversar com o seu moleiro.

O velho moleiro deixou então cair o capucho de frade e o rei ficou pasmado com a esperteza dele e também com a do Frei João Sem-Cuidados, que tão bem soube fazer-se substituir.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 09:27





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter