Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



HORÁRIO DO FIM

Terça-feira, 28.01.14

EM SENTIDA MEMÓRIA DE UM AMIGO E COLEGA DE CURSO – JOSÉ MANUEL MEDEIROS FRANCO - UM POEMA DE MIA COUTO

morre-se nada

quando chega a vez

 

é só um solavanco

na estrada por onde já não vamos

 

morre-se tudo

quando não é o justo momento

 

e não é nunca

esse momento

 

Mia Couto, in "Raiz de Orvalho e Outros Poemas"        

 

Texto Publicado no Pico da Vigia em 14 de Fevereiro de 2013

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 15:29





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031