Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



LAPAS EM MAIO E COUVES EM AGOSTO

Terça-feira, 23.08.16

“Mas morto por morto, antes lapas em maio do que couves em Agosto.”

 

Mais um interessante adágio outrora muito usado na Fajã Grande e que tem muitas semelhanças com este um outro, utilizado, com frequência, na mesma freguesia: “Quem quiser o marido morto, dê-lhe lapas em Maio e couves em Agosto.”

É pois fácil concluir-se que as lapas em maio, na mais ocidental freguesia açoriana, não eram boas e que piores ainda seriam as couves se comidas no mês de agosto. Na verdade, ambos os provérbios parecem confirmar uma crença comum que existia, de que no mês de maio as lapas não eram tão saborosas nem tão boas para comer como nos restantes meses do ano, o mesmo acontecendo com as couves, mas estas, no mês de agosto. Na realidade a sabedoria popular tinha a capacidade de muito bem selecionar as alturas do ano em que este ou aquele alimento deveria ser evitado nos cardápios diários, por não ter tão boa qualidade e não ser tão agradável ao paladar. Recorde-se por exemplo o caso da abrótea, que também por indicação da sabedoria popular, não era boa nos meses que não possuem a letra “r”: maio, junho, julho e agosto.

Sendo assim, com este adágio pretende-se, simplesmente, avisar os menos cautos de que havia alturas do ano em que os alimentos eram, eventualmente, menos saborosos e consequentemente deviam ser evitados, pelo que o mesmo deve ser entendido no seu sentido real, não se lhe conhecendo qualquer sentido figurado.

counter

contador de visitas on line online associações
contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 00:06





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Agosto 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

GEOCLOCK


contadores de visitas

GEOWEATHER


contador de visitas blog

GEOCOUNTER


contador de visitas

GEOUSER


contador de visitas

GEOCHAT


contador de visitas