Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



MOMENTO

Terça-feira, 30.09.14

(PEDRO DA SILVEIRA)

Abre-se a manhã como uma concha.

Orvalho, aromas, o sussurro

das marés quebrando longe.

 

Súbito uma voz

desamparada canta.

 

E um pessegueiro entorna sobre mim

a ternura rosada dos seus ramos.

 

Pedro da Silveira

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 09:14





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Setembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930