Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



OS PRESÉPIOS DO MEU TEMPO (DIÁRIO DE TI’ANTONHO)

Domingo, 04.01.15

“No meu tempo de criança não havia presépios como os de agora, muitos deles enormes, a encher quase metade das salas, com muitas casas e casinhas, estradas, montes e muitas outras coisas. No meu tempo, não havia nada disto e, em muitas casas, nem presépios se faziam. Apenas as crianças a tal se dedicavam.

Mas verdade é que chegados ao Natal, todos percebiam que era uma época diferente em que se desejava viver com alegria, paz e conforto. Tudo começava no dia dezasseis com as novenas do Natal, realizadas na igreja, ainda de noite. E a igreja enchia-se de gente. Todos cantavam. Er muito bonito.

Todos percebiam que esses dias deviam ser de paz e de amor pois era pelo Natal que se comemorava o nascimento do Menino Jesus, nu estábulo dos arredores da cidade de Belém, há mil novecentos e quarenta e seis anos!

Na igreja o primeiro vigário desta freguesia, o padre António José de Freitas pregava que o profeta Isaías havia anunciado muitos anos antes de Jesus nascer: “Brotará uma vara do trono de Jessé, e um rebento brotará de suas raízes. Sobre ele repousará o espírito do Senhor: espírito de sabedoria e de entendimento, espírito de conselho e de fortaleza, espírito de ciência e de temor do Senhor... Julgará os pobres com justiça e com equidade os humildes da terra...” Tantas vezes ouvi isto que decorei tal qual está escrito na Bíblia. Mas o padre José Maria não se ficava por aqui nos seus ensinamentos sobre o Natal. Falava dos evangelhos de São Lucas, que conta assim, pelo menos era assim que o senhor padre pregava: ”José, deixando a cidade de Nazaré, na Galileia, subiu até à Judeia, à cidade de David, chamada Belém, por ser da Casa de David, a fim de recensear-se juntamente com Maria, sua mulher, que se encontrava grávida. E, quando ali se encontravam, completaram-se os dias de dar à luz, e ela teve o seu filho primogénito que envolveu em panos e recostou numa manjedoira, por não haver lugar para eles na hospedaria.” E continuava: “Entretanto, o Anjo do Senhor apareceu aos pastores da região e anunciou-lhes o nascimento do Salvador, que é o Messias, o Senhor. E uma multidão do exército celeste juntou-se ao Anjo, cantando glória a Deus nas alturas e paz na terra a todos os homens. Depois explicava o aparecimento do presépio por São Francisco de Assis. Foi ele que construiu o primeiro presépio. Construiu uma gruta à maneira de estábulo, com manjedoira em que comia uma vaca e um burro. Deitou o Menino Jesus na manjedoura onde os animais comiam a palha e foram eles que aqueceram o Menino com o seu bafo. Ao lado a Virgem Maria e São José. Sobre a gruta os anjos cantavam enquanto os pastores dos arredores se aproximavam carregados com as suas ofertas. Era assim que também devíamos fazer os nossos presépios, pois o presépio deve ser a recordação mais sensível e cristã do Nascimento de Jesus.

Este padre António José de Freitas nasceu na Fajã Grande no início do século XIX. Era filho do alferes Inácio José de Freitas e de sua mulher Maria de Jesus. Dizia que se tinha ordenado sacerdote em 1841, sendo nomeado reitor da Lomba. Em 1848 veio para a Fajã Grande, como capelão da ermida que existia antes desta igreja que temos agora. Esteve na Fajã até 1851. Nessa altura foi transferido para o Mosteiro, exercendo aí o múnus sacerdotal até 1958, altura em que regressou à Fajã Grande, novamente como capelão da ermida de São José, tornando-se, assim, em 1861, com 53 anos de idade, o primeiro pároco desta nova freguesia. O padre António José de Freitas faleceu na Fajã Grande, a 8 de Março de 1881, com 73 anos.

Mas voltemos às novenas de Natal e aos presépios que se faziam naquele tempo. Depois de ouvir tudo isto na igreja, voltávamos e construíamos o nosso pequenino presépio semelhante ao que o senhor padre explicara.

No final deste ano de 1947 desejo que todos tenham um Santo Natal, semelhante ao que tínhamos nos meus tempos de criança.”

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 10:23





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Janeiro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031