Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



PALAVRAS, DITOS E EXPRESSÕES UTILIZADOS NA FAJÃ GRANDE (XI)

Sexta-feira, 24.01.14

Abelhudo – Teimoso.

Ablorado – Que tem bolor, bolorento. Dizia-se do pão quando já estava velho, devendo ser estufado.

Abobra-menina – Abóbora acastanhada por fora, redonda e achatada.

Acalcado – Muito cheio.

Adanar – Nadar.

Afelegir – Afligir, preocupar.

Aferradela – Dentada de animal (gato ou cão).

Agarrado ao dinheiro – Avarento, forreta.

Agora cá – Não, de maneira nenhuma.

Aguentar-se nas canetas – Estar em pé.

Aivecas – Braços.

Alfeiro – Gado que não dá leite.

Aliviar o luto – Começar a usar roupas de cores.

Alma-do-diabo – Mau, maldito.

Alumiar – Iluminar.

Amigos c’ma porcos – Muito amigos.

Amouchado – Abatido, abaixado.

Arcada – Pedaço de arame retorcido preso no focinho dos porcos para que não fossem.

Asseado – Muito bom. Perfeito.

Abafado ou atabafado – Tempo húmido e quente.

Atarrachar – Aparafusar.

Atilho – Atacadores dos sapatos. Cordão ou fio grosso.

Atiradeira – Corda com que se prende o gado ao lavrar para os conduzir no rego.

Ave d’agoiro ou ave agoirenta – Pessoa que habitualmente dá más notícias.

Barriga de bichas – Barrigudo, que tem barriga grande.

Dar água pela borda – Estar aflito. Ter uma tarefa difícil de realizar.

Dar o fanico – Desfalecer, desmaiar.

Dar tafulho – Conseguir dar arranjo ou conserto a algo. Arranjar. Consertar.

Engatar – Conseguir, arranjar.

Engatar uma monça – Arranjar uma namorada.

Espertalhote – Coelho.

Estar acabado – Envelhecer.

Estar a estudar a tabuada – Dizia-se das vacas que estavam num campo ou relva e tinham pouco ou nada que comer.

Falar devagar – Falar em voz baixa.

Forrada de luto – Diz-se de mulher que veste totalmente de preto.

Fotaventage – O que fizeste não tem grande mérito.

Home e antão – O que aconteceu.

Lambuzar – Comer de maneira desajeitada e suja.

Mal ságuentar im pé – Estar fraco.

Máquina – Desnatadeira ou o local ou casa onde existia a desnatadeira.

Matar o desconsolo – Consolar-se em comer algo que já não se prova há muito tempo..

Moenda – Saco de farinha cheio de milho ou farinha. (Geralmente eram utilizadas as sacas das encomendas vindas da América).

Moirão – Peça de ferro enfiada no meio da eira, à volta da qual rodava o trilho.

Parece que tens azougue no corpo – Nunca estás quieto ou parado.

Parece que tens bicho-carpinteiro – Não estás quieto um instante.

Peixão – Mulher bonita e atraente.

Seja p’la tua saúde – Forma de agradecimento. Obrigado.

Seja p’l’alma dos teus - Forma de agradecimento. Obrigado.

Semenino – Fraquinho, magrinho.

Tainque – Tanque, local onde as vacas bebiam água.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

publicado por picodavigia2 às 09:31





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031