Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



SÃO CAETANO DO PICO

Sábado, 01.02.14

No site da Câmara Municipal da Madalena, ilha do Pico, pode ler-se o seguinte, sobre a freguesia em epígrafe: “São Caetano é a mais jovem freguesia, instituída em 2 de Outubro de 1880, situa-se na parte sul do concelho e da ilha do Pico, entre as freguesias de São Mateus e São João. Localizada a dezoito quilómetros da sua sede concelhia, engloba os lugares de Prainha do Galeão, Caminho de Cima e Terra do Pão.

Alojada no regaço de uma pequena baía, onde assenta o Porto da Prainha, esta freguesia possui grande beleza, em boa parte, conferida pela sua posição geográfica. Instalada entre o mar e a montanha do Pico, é sulcada por ravinas designadas por quebradas, sendo a freguesia mais próxima desta montanha.

Ocupa uma área de 24,36 quilómetros quadrados e é demarcada por diversas elevações designadas cabeços: o da Prainha e o do Mistério, a Rocha Vermelha e o Paul. Cruzam este território as ribeiras: da Prainha, do Diluvio, da Cancela, da Grota, da Laje e a Ribeira Grande.

Os trilhos, primitivos acessos situados entre o mar e a montanha, conduzem qualquer viajante ao rico património paisagístico desta localidade, destacando-se o trilho da canada de São Caetano que se inicia junto à Prainha do Galeão em forma de escadaria; a canada da Ribeira da Prainha, trilho que ligava a Prainha do Galeão à parte superior da freguesia e que era usado por pescadores e baleeiros; o Largo das Fontes, acesso às pastagens de São Caetano e famoso pelas suas fontes.

Os primeiros colonos da região fundaram a povoação na zona, hoje, denominada por Prainha do Galeão, onde Garcia Gonçalves ali fez construir um galeão como forma de pagamento de dívidas ao rei Dom João III.

Sendo estes colonizadores muito devotos de São Caetano, sacerdote de Vicenza, elegeram-no como orago do povoado, logo nos primeiros tempos. Francisco Pires Flores mandou edificar uma pequena ermida em sua honra, no mesmo local onde actualmente se encontra um nicho com a imagem primitiva do santo.

Em 1878 foi iniciada a construção da igreja paroquial de São Caetano, mas a escassez de madeiras causou grande atraso na obra, agravado ainda por uma forte tempestade que se abateu sobre a ilha. Na mesma época naufragou na zona da Prainha um barco oriundo de Vicenza carregado de trigo que acabou por fornecer abundante madeira para a finalização do templo.

A agro-pecuária e a pesca continuam a ser a base de sustento da economia local, porém outras actividades se desenvolvem tais como a carpintaria, panificação, pequeno comércio e turismo.

O desenvolvimento cultural desportivo e de espaços de lazer é apoiado pelas associações e colectividades locais graças ao animado interesse da população que fez surgir os clubes de voleibol e de ténis de mesa, o Grupo Folclórico da casa do povo e o famoso grupo de música popular " Ronda das Nove" que com muita competência e orgulho promove a música de temática tradicional dos Açores.

Património histórico, cultural e natural: Igreja Matriz, Ermida de Santa Margarida, Impérios do Espírito Santo, Casas Rurais com balcão, Zona das Adegas, Casas dos Botes, Casa do Povo, Antigos Trilhos pedonais, Poços de Maré, Largo das Fontes e Baía da Prainha do Galeão - Zona Balnear.”

O mesmo site ainda informa que a freguesia possui uma população de 479 habitantes e que as suas actividades económicas mais importantes são a agricultura, a pecuária e a pesca, sendo as principais festas a de São Caetano, a de Santa Margarida e a de Nossa Senhora da Assunção, esquecendo as do Espírito Santo, uma, na Prainha, na terça-feira seguinte ao domingo de Pentecostes e outra em Julho, no Império da Terra do Pão.

No que ao património arquitectónico da freguesia diz respeito, o site destaca: Igreja Matriz, Ermida de Santa Margarida, Impérios do Espírito Santo, Casas Rurais com balcão, Zona das Adegas, Casas dos Botes, Casa do Povo, Poços de Maré e Largo das Fontes. Esclareça-se, no entanto, que a igreja de São Caetano, não tem o estatuto de “matriz”, uma vez que nunca originou nenhuma outra, o mesmo não acontecendo com a de São Mateus.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 13:54





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728