Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



SOZINHA

Domingo, 11.03.18

Decidi não me levantar hoje. Estou sozinha e nem sequer me apetece partilhar a minha vida, nem muito menos o meu corpo com quem quer que seja. Enrolar-me nos lençóis e nos cobertores, sentir o cheiro das vidraças fechadas, estirar-me de bruços sobre a almofada e sentir o enlevo dos sonhos perdidos. Permanecer sozinha, neste silêncio dulcificado é entranhar-se no sublime, retocar as agruras que o quotidiano comporta, e abonar-se nas transparências fulgurantes da madrugada.

O silêncio é uma espécie de troféu que se conquista com a solidão, sem, no entanto se permanecer nela. A decisão de viver em silêncio, libertando-se do sufoco da solidão geralmente, é difícil e nada fácil de se conquistar, mas é sublime e transcendente. Pelo contrário viver mergulhada na solidão de um silêncio atrofiado é um fracasso semelhante ao divórcio.

Decidi permanecer na cama, sozinha, hoje, não por não ter alternativas mas por uma opção, sã, racional e desejada. A opção foi muito fácil porque fui eu e só eu a escolher. Dormir e sonhar sete horas seguidas como se estivesse uma noite inteira num hotel de cinco estrelas.

E aqui estou prisioneira dos lençóis e dos meus desejos. São Carlos é uma linda freguesia banhada pelo Atlântico, localizada na mais bela e encantadora ilha do munso, aquela ilha que apenas se descobre nos sonhos. Geograficamente, São Carlos estende-se ao longo do litoral e, por isso, é um destino turístico de excelência, um dos mais procurados à escala mundial. Conta com uma variada oferta de hotéis e restaurantes. É um local admirável, onde predomina à prática de mergulho. Conta ainda com uma marina privada, um jardim botânico, um pequeno jardim zoológico de crocodilos e grutas cheias de água.

Finalmente duas da tarde. Levantei-me! Foram dez longas horas de sono e de sonho, durante as quais permaneci praticamente deitada de bruços e agarrada ao travesseiro. Uma vez levantada, banhada, penteada e arruma instalei-me no meu quarto. Um sossego, uma calma e uma tranquilidade marcantes. Ao lado o murmurar das figueiras e das vides, o sibilar dos pássaros, o ladrar dos cães e cacarejar das galinhas. A montanha imponente e sublime tudo domina, mas também tudo encobre, porque o tempo está dominado por uma chuva enervante e muito pouco simpática.

counter

contador de visitas on line online associações
contador de visitas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 00:05





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

VISITANTES

free web counter

calendário

Março 2018

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

GEOCLOCK


contadores de visitas

GEOWEATHER


contador de visitas blog

GEOCOUNTER


contador de visitas

GEOUSER


contador de visitas

GEOCHAT


contador de visitas