Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



VIRGÍLIO DE OLIVEIRA

Segunda-feira, 12.05.14

O poeta Virgílio de Oliveira nasceu na Achada de Nordeste, ilha de S. Miguel, em 10.4.1901 e faleceu em New Bedford, Estados Unidos da América, em 17.2.1967. Oriundo de uma família com muitas dificuldades económicas foi obrigado a trabalhar desde criança. Dos 13 aos 17 anos, viveu em Vila Franca do Campo, trabalhando como empregado de loja. De seguida, foi residir para Ponta Delgada, trabalhando também numa loja de fazendas e como empregado do Café Rex, passando depois para cobrador do Grémio da Lavoura. Após a reforma, embarcou para os Estados Unidos, para junto de familiares. As habilitações literárias não foram além do ensino primário, mas em Vila Franca do Campo iniciou-se nas letras, acarinhado por Cortes-Rodrigues, Urbano Mendonça e Teobaldo da Câmara. Numa primeira fase, foi influenciado por «versejadores saudosistas-nacionalistas» descobrindo, mais tarde, o modernismo. Eduíno de Jesus considera-o um poeta popular que não imitou a poesia popular mas criou-a. Usava o pseudónimo de Vital do Rio. O seu nome está ligado à toponímia da Achada.

Obras Principais: Romeiros da saudade, Musa rústica: poemas da terra, Ecos na planície, Vinha do Senho, Poemas escolhidos, Rosas que vão abrindo e Poemas dispersos.

 

Dados retirados do CCA – Cultura Açores

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por picodavigia2 às 16:45





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog